Subir

Morreu a primeira professora catedrática da Universidade de Coimbra

O reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, considerou hoje que Maria Helena da Rocha Pereira “é um dos grandes vultos do século XX na Universidade de Coimbra”.

A especialista de estudos clássicos e de literatura portuguesa, que morreu hoje, aos 91 anos de idade, no Porto, sua cidade natal, “trabalhou com um nível de exigência que nos orgulha e nos serve de referencial, agora que a necessidade de estar ao nível dos mais exigentes patamares de qualidade do mundo é um desafio quotidiano”, sublinha o reitor.

Numa nota enviada à agência Lusa, João Gabriel Silva destaca ainda o facto de Maria Helena da Rocha Pereira ter sido “precursora na presença das mulheres na Universidade de Coimbra, onde foi a primeira a atingir o lugar de professora catedrática, algo que agora é normal mas era um enorme desafio no seu tempo”.

“É o privilégio de poder contar com pessoas como ela que explica a longevidade da Universidade de Coimbra”, sustenta o reitor.

A Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde a investigadora começou a lecionar em 1951 e onde se tornou, em 1964, a primeira professora catedrática, regendo Literatura Grega, também manifestou hoje o seu “grande pesar” pelo falecimento de Maria Helena da Rocha Pereira.

A especialista em estudos clássicos e professora jubilada da Universidade de Coimbra, que também foi docente, entre 1948 e 1957, de latim e de grego antigo, na Universidade do Porto, faleceu hoje nesta cidade, onde residia desde que se jubilou em 1995.

Autora de centenas de publicações, entre livros, traduções, monografias e artigos enciclopédicos, Maria Helena da Rocha Pereira foi distinguida com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago de Espada, o título de doutora ‘honoris causa’ pela Universidade de Lisboa, o Prémio Ensaio do Pen Clube Português, o Grande Prémio Vida Literária, da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio Universidade de Coimbra, Prémio Eduardo Lourenço e Prémio Jacinto do Prado Coelho, entre outros galardões.

O corpo da “saudosa professora” Maria Helena da Rocha Pereira estará em câmara ardente, a partir das 14:00 de hoje, na Igreja da Lapa, no Porto, onde, na terça-feira, às 15:00, se realiza o funeral, refere a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Lusa/Delas.pt