Seria capaz de usar ‘hijab’ por 15 minutos?

Uma mãe muçulmana quer desafiar os limites de outras mulheres e levá-las a aceitar, por 15 minutos, a usar hijab, o véu islâmico. O objetivo é simples: levá-las a perceber o quanto as que usam este lenço se sentem excluídas e segregadas por parte da sociedade.

Mas não só. “É importante que percebam o quanto estas mulheres se sentem olhadas de forma diferente, como são apontadas, como são alvo de sussurros ou mesmo abusadas”, lamenta Nilufa Dahlia, autora do blog de vídeo onde o desafio teve início.

Trata-se, então, de uma proposta levada a cabo por uma vblogger (blogger de vídeo) residente em Brighton, no Reino Unido, que gere o canal do YouTube vocacionado para mães: Channel Mum (e que pode ver aqui).

Nilufa Dahlia quer vincar a dificuldade em, usando o véu, fazer amigas junto de outras mães porque as pessoas não conseguem ver para além do hijab.

A defesa da imagem

“Caramba, é apenas literalmente uma peça de roupa na minha cabeça”, suspirou esta mãe muçulmana. “Olhem para lá do lenço, vejam a pessoa!”, pede.

[Fotografia: Instagram]

E a autora conta até que foi verbalmente agredida no supermercado por estar a usar lenço. Com isto, ela quer por termo à sensação de isolamento ou de incompreensão que sente por parte da sociedade, sobretudo porque se as mulheres muçulmanas o usam é porque têm, com certeza, razões pessoais para o fazerem.


Casos de mulheres que quebraram barreiras e quiseram exibir os seus hijabs (aqui, aqui e aqui)


“Para mim, mostra que sou uma mulher muçulmana. Permite às pessoas a ficarem a conhecer-me melhor a partir da minha imagem”, diz Nilufa Dahlia.

Imagem de destaque: Instagram

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Casos confirmados de sarampo sobem para 28