Sara Carbonero responde pela primeira vez a críticas

13615319_1030018263750642_8650730275718905274_n

“É fácil atacar através das redes sociais e provocar danos, mas tenho a certeza que se me cruzasse nas ruas com essas pessoas, elas não me diziam as coisas que escrevem no Twitter”, começou por dizer Sara Carbonero sobre as fracas audiências de ‘Quiero Ser’, o programa que assinalou, há cerca de um mês, o seu regresso à televisão.

“Há já algum tempo que decidi manter-me à margem [das críticas] por questões de sobrevivência. Aqueles que passam tempos particularmente difíceis sabem que acabamos por nos tornar imunes. Aceito as críticas construtivas, mais nenhuma”, prosseguiu a ex-jornalista da Mediaset.

Aquele que foi anunciado como o grande sucesso televisivo deste verão foi arrasado por um coro de vozes negativas. Sobre o talent show – que quer encontrar jovens capazes de ditar tendências de moda – foi escrito ser o reflexo “do estado atual da juventude”, sentenciou o ‘El País’ depois da estreia, a 19 de julho, ou um formato que “é mais do mesmo”, ditou o ‘El Mundo’. Já sobre Carbonero, que em 50 minutos de emissão surgiu no ecrã três ou quatro minutos, disse-se ser “desaparecida”, com entradas “claramente decoradas” e “descontextualizadas” do alinhamento do programa.

Apenas dois dias depois da estreia, a Telecinco decidiu retirar da sua grelha o talent show. A Mediaset, que detém a Telecinco, colocou o programa de Carbonero no canal Divinity, que pertence ao mesmo grupo, mas no cabo. “Sinceramente, penso que se enquadra melhor neste canal”, frisou Carbonero em entrevista a ‘El Mundo’, na qual admitiu que “há coisas a polir”, mas defendendo sempre que “o programa baseia-se na realidade: Adolescentes encantados com a moda e as redes sociais, que querem criar tendências ou vender o seu estilo de vida”. “Goste-se ou não, todos estamos obcecados com o número de seguidores que temos”, justificou.

Sobre o Porto, a cidade que a acolhe desde que o marido é guarda-redes do FC Porto, Carbonero referiu adorar “viver perto do mar”. “Posso relaxar, aprender outra língua, conhecer novos amigos e dedicar-me à minha família”.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Barack Obama sugere-lhe cinco livros para este ver…