6 produtos à base de canábis que aliviam dores menstruais

Estes são 6 produtos derivados da Marijuana, sim, a droga ilegal em Portugal, que prometem aliviar as dores menstruais. Contêm THC, o constituinte psicoativo presente nos canabinoides, que tem propriedades analgésicas (entre outras) como pode ser lido no artigo ‘Cannabis and Cannabinoids–Health Professional Version‘ do Instituto Nacional do Cancro (EUA). Depois da utilização de canábis para o combate aos efeitos secundários dos tratamentos de cancro, esta é uma nova utilização médica para os químicos da planta – o alívio das dores menstruais.


Veja também o artigo Quando ter dores menstruais é sinal de doença


Contudo, estes produtos não foram ainda certificados por nenhum organismo público de saúde. Nem se submeteram ao controlo da americana Food and Drugs Administration, (FDA) – a organização governamental americana, responsável pelo controlo de alimentos suplementos alimentares, medicamentos, cosméticos, equipamentos médicos, materiais biológicos e produtos derivados do sangue humano; nem das entidades europeias para o efeito como os portugueses Infarmed, ou a Agência de Segurança Alimentar.

Todas as afirmações e promessas de resultados, por parte dos fabricantes, são da sua inteira responsabilidade; não tendo ainda havido qualquer teste ou regulação dos produtos que provém o que realmente prometem. Tanto nos produtos enunciados neste artigo, como em qualquer outro produto que pense utilizar, verifique se foi testado e por quem.

Em Portugal, apesar de a venda e o consumo de substâncias com a presença ativa de THC não ser permitida por lei, o consumo de drogas foi descriminalizado em 2000 através da Lei n.º 30/2000.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Dia de quem? Não quero ser mãe, obrigada!