Quanto ganham os trabalhadores da fábrica que produz a coleção de Beyoncé?

ng6389364

Os trabalhadores do Sri Lanka que fazem as peças da nova marca de roupa de Beyoncé, Ivy Park, recebem pouco mais de cinco euros por dia, avança o tabloide ‘The Sun’. A linha desportiva feminina, cuja mensagem é “apoiar e inspirar as mulheres” foi lançada no mês passado e é vendida na loja Topshop, retalhista britânico com presença em vários países.

Em declarações ao jornal britânico, um trabalhador revelou que um mês de trabalho na MAS Holdings, que tem cerca de 74 mil empregados, representa 111 euros, contando com quase dez horas laborais diárias, durante cinco dias por semana, mais horas extra.

“Empresas como a Topshop têm o dever de descobrir o que se passa dentro das fábricas que subcontratam e há muito tempo que se vê que as inspeções éticas destas empresas não são eficazes. Deveria haver uma autoridade independente”, contou um responsável da organização Internacional Contra a Escravatura.

Um porta-voz da loja britânica, que deverá chegar a Portugal este ano, assegurou que “a Ivy Park tem um regulamento comercial eticamente rigoroso”: “nós esperamos que os nossos fornecedores se ajustem ao nosso código de conduta e apoiamo-los a atingirem essas instruções. Estamos orgulhosos das nossas inspeções e auditorias às fábricas com que trabalhamos.”

A linha de roupa desportiva de Beyoncé foi lançada a meio do mês de abril, numa grande campanha online, onde a cantora defendia a criação de uma marca que fizesse as mulheres sentirem-se física e emocionalmente fortes.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Morreu Madeleine Lebeau, a única atriz de “…