Adele foi a estrela da noite dos Grammy, e não só pelos prémios que ganhou

Não era a artista que estava mais nomeada, mas acabou por ser a rainha da noite: levou para casa cinco Grammys, todos aqueles em que estava indicada, abriu a cerimónia com Hello’, cantou emocionada em homenagem a George Michael, enganou-se, voltou atrás, e ainda homenageou Beyoncé, a quem deu, literalmente, metade do seu Grammy de melhor canção – depois de o prémio se ter partido.

Beoyncé, que começou a noite com nove nomeações – o maior número da edição de 2017, ganhou duas estatuetas, para Melhor Teledisco com ‘Formation’ e Álbum Urbano Contemporâneo com ‘Lemonade’, e também deu espetáculo, subindo ao palco grávida de gémeos para cantar ‘Love Drought’ e ‘Sancastles’.

Entre os principais vencedores dos Grammys estiveram também David Bowie (quatro galardões), Chance The Rapper (três) e Drake (dois).

A 59.ª edição dos prémios da música foi, de resto, ainda marcada pelas atuações de Bruno Mars, The Weeknd com os Daft Punk, Lady Gaga com os Metallica (que contornaram os problemas técnicos iniciais), Ed Sheeran, Alicia Keys com Maren Morris e Keith Urban ao lado de Carrie Underwood, entre outras.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

‘La La Land’ domina mais uma noite de …