Subir

Agência exclusivamente para modelos de tamanhos grandes chega a Portugal

A Curvy Models foi fundada pelos fotógrafos Mónica Oeiras e Daniel Rodrigues e dedica-se exclusivamente ao agenciamento de modelos plus size. A ideia de criar uma agência dedicada a modelos que vestem números acima do 40 surgiu, depois de perceberem que era muito complicado contratar manequins profissionais com medidas grandes.

“Normalmente quando é necessário modelos de tamanhos maiores o que acontece é que são lançados castings a nível nacional. O que quer dizer que nas agências quando é necessário modelos deste segmento têm muito pouca oferta”, explica Mónica Oeiras ao Delas.pt

Neste momento, a agência sediada em Odivelas conta com vinte agenciadas que participam este sábado no seu o primeiro evento de moda: um desfile que pretende mostrar as agenciadas da Curvy Models à moda nacional e num desfile em lingerie da marca Bra&Company na Casa da Guia em Cascais, a partir das 20h00.

Com este desfile a marca pretende dar a conhecer a sua agência em Portugal, apesar de Mónica Oeiras não ter dúvidas que o sucesso da Curvy Models depende do mercado internacional:

“Como não há modelos de tamanhos grandes preparadas nas agências para fazerem bons editoriais e campanhas o que acontece é que as marcas internacionais acabam por trazer as suas modelos de fora, o que é muito triste. E também não temos estilistas em Portugal que queriam apostar neste tipo de moda. Não há visibilidade para este tipo de modelos e as que há não estão preparadas para este trabalho. O que nós queremos fazer é preparar estas mulheres com potencial para serem fotografadas e trabalharem na moda, para que que quando as marcas nos procurarem termos respostas e assim trazer também para Portugal este mercado. Mercado existe, mercado português tenho dúvidas, mas internacional não tenho dúvidas.”

A falta de oferta está também ligada ao preconceito que ainda existe em relação há gordura e que leva muitas pessoas a pensarem que uma mulher acima do peso é pouco saudável.

Em Portugal há descriminação porque quando falamos em modelos plus size a primeira coisa que as pessoas pensam é ‘lá vêm as gordas dizer que gordura é saúde’ mas ninguém diz isto, da mesma forma que ninguém diz que magreza é saúde.”

Uma imagem que esta agência quer desmistificar garantido através de exames médicos e formações na área da nutrição, assegurando a saúde e acompanhamento médico de quem se inscreve na agência, afirma Mónica Oliveira ao Delas.pt:

“Independentemente do tamanho das nossas modelos, os níveis de saúde têm de estar controlados, a alimentação e pesos devem ser saudáveis independentemente do tamanho que vestem, porque as modelos plus size não têm de ser obesas. É preciso manter a saúde acima de tudo e nós frisamos muito isso na nossa agência.”


Veja também os tipos de saia que ficam bem em cada tipo de corpo.


 

Margarida Brito Paes