Luxo e alta-costura em desfile histórico da Chanel em Cuba

Voltou a fazer-se história em Cuba na noite desta terça-feira. Mais de cinco décadas depois, o país voltou a promover a moda internacional, com a apresentação da nova coleção da Chanel, Resort, a céu aberto, no Paseo del Prado, em Havana.

Este que foi o primeiro desfile organizado pela grife francesa em Cuba contou com a presença do diretor criativo da marca, Karl Lagarfeld e da presença de várias estrelas na plateia: casos de Gisele Bündchen, Vin Diesel e Tilda Swinton.

Ainda assim, as atenções estavam voltadas para Tony Castro, o neto de Fidel Castro que surpreendeu ao desfilar para a Chanel e chegou a dizer aos jornalistas que foi “uma honra” fazer parte deste evento.

Vários populares assistiram na rua, a maioria deles das varandas dos edifícios ao redor, ao desfile que encheu Havana de “glamour”, alta costura e luxo, nesta avenida no centro da cidade e a poucos metros do mar. A coleção da Chanel, de resto, foi inspirada nas cores do Caribe e na estática de Cuba, frisou a grife.

Recorde-se que desde o início do regime socialista, em 1959, que Cuba não era palco de qualquer produção de moda internacional. O desfile da Chanel ocorreu menos de dois meses depois da histórica visita de Barack Obama a Havana, com o objetivo de estreitar a proximidade entre Cuba e os EUA.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Fatos de banho de artista plástica