Subir

Amber Heard diz ter sido explorada sexualmente

É mais um momento negro na vida de Amber Heard. Depois de ter acusado publicamente o ex-marido, o ator Johnny Depp, de violência doméstica, a atriz diz agora que foi “explorada sexualmente” pelo produtor Christopher Hanley e pela mulher deste, a argumentista Roberta Hanley, durante as filmagens de ‘London Fields’.

Heard, de 30 anos, foi processada em novembro pela falta de cumprimento do contrato. O filme, realizado por Mathew Cullen e baseado no romance de Martin Amis, deveria ter-se estreado no Festival de Toronto do ano passado, mas parte do elenco recusou a participar nas atividades de promoção. Os produtores da longa-metragem acabaram por afirmar que a não comparência da atriz causou “danos substanciais”.

De acordo com o advogado da protagonista, esta afirma-se “a mais recente vítima de Christopher Hanley e Roberta Hanley, a quem chama de “lascivo e explorador sexual”, cita o canal E!.

Heard contracena com Cara Delevingne, Jaimie Alexander e Gemma Chan

Heard contracena com Cara Delevingne, Jaimie Alexander e Gemma Chan

A ex-mulher de Johnny Depp, que fez uma curta participação de ‘London Fields’, afirma ainda ter feito restrições a cenas de nudez que não foram respeitadas.

O realizador do filme também já tinha processado a produtora Nicola Six Limited, de Hanley, por fraude.

A longa-metragem conta a história de uma vidente que prevê a sua morte. Além de Heard, do elenco fazem parte Cara Delevingne, Jaimie Alexander e Gemma Chan.

Ana Filipe Silveira