Amber Heard sobre violência doméstica: “Não aceitaremos mais o silêncio”

Amber Heard

Depois de se remeter, nos últimos meses, ao silêncio, Amber Heard voltou a falar sobre violência doméstica num vídeo a propósito do Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher. “Você não está sozinha”, “não aceitaremos mais o silêncio” e “há muita vergonha associada” foram algumas das declarações da ex-mulher de Johnny Depp, que se divorciou do ator em meados deste ano e que o acusou de agressão.

“Acontece com tantas mulheres que conhecemos. Mas quando acontece na nossa casa, atrás das portas fechadas e com alguém que amamos, não é [uma situação] fácil de entender”, diz a atriz na filmagem, garantindo que, no seu caso, ajudou ter “pessoas, mulheres, amigos” à sua volta que a ajudaram a ultrapassar esses momentos.

“Contar a alguém em quem confiamos é o início de nos escolhermos a nós mesmas”, afirma, em jeito de conselho.

São precisamente conselhos a quem está a passar por uma situação de violência doméstica que Amber Heard, de 30 anos, quer dar. “Como uma mulher que passou por isso diante do público, tenho uma oportunidade única para lembrar muitas outras mulheres que isto não deve ser assim”, justificou.

“Não estão sozinhas e nós podemos mudar isto (…). Levantem a vossa voz. A voz é o que temos de mais poderoso e nós juntas, como mulheres, lado a lado, não vamos voltar a aceitar o silêncio [das vítimas]”, terminou a atriz.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Carbonero e Letizia, encontro de estilo em Guimar…