Subir

Amy Schumer sem cuecas na ‘Vanity Fair’

Amy Schumer é a protagonista da edição de maio da revista norte-americana

Ela é uma das mais famosas comediantes norte-americanas e já se esperava que as fotografias e a entrevista que deu à edição de maio da revista ‘Vanity Fair’ fossem polémicas, mas aquilo que decidiu fazer reinventa o sexy (e é literalmente incendiário). “Implorei à Annie [Leibovitz] que me fotografasse sem roupa interior ou vestida apenas com uma T-shirt”, explica Amy Schumer. “Disse-lhe que era realmente importante para mim e ela concordou. Senti-me poderosa e bonita. (…) Foi um dos momentos com mais significado da minha vida”, confessou a atriz.

A ‘Vanity Fair’ destaca no artigo que graças ao seu humor sem censura e profundamente pessoal, Amy Schumer tornou-se a comediante mais sexy da América com o filme que promete ser um sucesso de bilheteira (‘Trainwreck’, ou ‘Descarrilada’ em português) e uma série televisiva de humor que vai na quarta temporada nos Estados Unidos (‘Inside Amy Schumer’).

O resultado da sessão fotográfica é Schumer vestida apenas com uma t-shirt – na qual se lê a inscrição “Sem café, não trabalho” -, sem roupa interior e sem estar a fazer pose. Uma imagem que está a dar a volta ao mundo através das redes sociais.

A ideia era estar no oposto das atrizes que posam para as revistas com ângulos estudados. Amy Schumer fez o contrário – a imagem não foi submetida a tratamento digital, ou, se foi, as alterações foram mínimas. Apenas o rosto está maquilhado.

Amy Schumer na "Vanity Fair"
A atriz foi fotografada para a edição de maio da ‘Vanity Fair’ por Annie Leibovitz

Para cobrir a nudez da comediante, a ‘Vanity Fair’ optou por colocar uma labareda estratégica. A imagem acaba por encaixar perfeitamente nas outras fotografias que fazem parte do ensaio, como aquela em que Amy está sentada em cima de um míssil dourado.

“Tinha de existir algum senso de humor no glamour com que fizemos a produção, porque esse não é o seu ponto. A Amy Schumer não é uma estrela de tapete vermelho, ela faz muito mais do que apenas vestir-se e aparecer em estreias e circuitos de imprensa”, resumiu Jessica Diehl, a diretora da publicação.

amy schumer
Capa da ‘Vanity Fair’ de maio

Paula Freitas Ferreira