Subir

Ana Cabecinha em terceiro lugar no Grande Prémio Internacional de marcha

Ana Cabecinha

A portuguesa Ana Cabecinha foi, este domingo, 2 de abril, a terceira classificada no Grande Prémio Internacional de Rio Maior, com Inês Henriques a chegar logo a seguir, classificando-se em quarto lugar.

Ana Cabecinha, que já estava pré-selecionada para os Mundiais de marcha, na qualidade de finalista dos Jogos Olímpicos, foi a melhor representante nacional, ao terminar os 20 quilómetros marcha em 01:31.54 horas.

A sexta classificada do Rio2016 fechou o pódio, cujo degrau mais alto foi ocupado pela peruana Kimberly Garcia (01:31.00 horas). A colombiana Sandra Arenas foi segunda, com o tempo a 13 segundos da vencedora.

Na quarta posição, ficou Inês Henriques, que marchou pela primeira vez na sua cidade como recordista mundial dos 50 quilómetros marcha e fez o tempo de 01:32.15 horas.

Mais nenhuma das representantes nacionais conseguiu fazer a marca de qualificação para os Mundiais de Londres, que está fixada em 01:34.00 horas.

No setor masculino, o vencedor foi o colombiano Eider Arevalo, que cumpriu os 20 quilómetros em 01:20.40 horas, 18 segundos mais rápido do que o britânico Tom Bosworth, que foi sexto no Rio2016.

Hassanine Sbei, da Tunísia, foi terceiro (01:21.12 horas), com Miguel Rodrigues a ser o melhor português, no 12.º posto (01:27.23 horas).

O Grande Prémio de Marcha de Rio Maior – quarta etapa do circuito mundial de marcha -, pode ser decisivo para o apuramento para os Mundiais de Londres, já que, no caso de haver mais de três marchadores com marcas de qualificação (1:34.00 para as mulheres, 1.23.00 para os homens), será pré-selecionado o atleta com a melhor marca na prova de hoje.

Lusa