Apple, Facebook e Microsoft vão pagar salários iguais a homens e mulheres

A Apple, a Microsoft e o Facebook são três das 29 empresas norte-americanas que, esta sexta-feira, se comprometeram a pagar o mesmo salário a homens e mulheres.

As organizações juntam-se assim à iniciativa do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para promover a igualdade salarial no país.

Além dos três dos gigantes tecnológicos, também a Coca-Cola, General Motors, Nike, Visa, linha aéreas Delta, a cadeia de hotéis Hilton, a rede social Linkedin e a divisão do IKEA dos Estados Unidos assumiram o compromisso de reduzir a diferença salarial entre homens e mulheres, refere o comunicado da Casa Branca.

Segundo a diretora de política doméstica norte-americana, Cecilia Moniza, “em 2016, uma mulher ganhava 79 cêntimos por cada dólar ganho por um homem” nas empresas norte-americana. Um número que, acrescentou a responsável, numa mensagem divulgada no blogue oficial da Presidência, “baixa para os 64 cêntimos nas mulheres afro-americanas, os 59 cêntimos nas nativas americanas e para os 54 cêntimos nas latinas”.

O anúncio de sexta-feira reflete ainda o facto de mais de 50 empresas se terem comprometido a fazer uma “análise anual sobre os pagamentos” dos funcionários, em ambos os géneros, e a “rever os seus processos de contratação e promoção” de trabalhadores, refere a Casa Branca.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Novos casais preferem que seja a mulher quem ganha…