Aprenda a prevenir o cancro na cozinha

Os números do cancro em Portugal são assustadores. Os dados revelados pelo relatório sobre a Incidência, Sobrevivência e Mortalidade, realizado pelo Registo Oncológico Regional do Sul, esta quinta-feira mostram que há cada vez mais pessoas com cancro em território nacional. Ana Miranda, diretora da entidade que realizou o estudo, atribui grande parte da culpa à “má alimentação”.

A nutricionista Magda Roma, que na quarta-feira fez um showcooking para ensinar a prevenir e combater as doenças oncológicas na cozinha, afirmava nesse dia:

“A má alimentação está na base do surgimento de novos casos de cancro, a Organização Mundial de Saúde já veio alertar para essa situação, bem como outras entidades, mas o público ainda desconhece. A World Cancer Research Fund International, que pertence à Organização Mundial de Saúde, estuda os nossos comportamentos e afirma que mais de 30% dos fatores de risco associados a qualquer tipo de cancro advêm da alimentação”

A maioria das pessoas que procura o apoio desta especialista em alimentação é doente com cancro ou pessoas com historial da doença na família e que querem preveni-la. Contudo, a nutricionista afirma que os portugueses ainda não têm noção da importância que aquilo que comemos pode ter, tanto na prevenção como na luta contra a doença.


Veja como está a menina que dançou com DiCaprio no ‘Titanic’
Portuguesa vence prémio Melhor Peça de Joalharia na Alemanha
A transformação de Adele e os conselhos do seu ‘personal trainer’


Neste workshop que Magda Roma deu para ensinar a combater o cancro na cozinha, a nutricionista fez uma salada de couscous com feijão preto, romã e especiarias “para mostrar que é fácil e saboroso fazer algo saudável”.

Durante o showcooking de Magda Roma, João Henriques, CEO da Urbangrow & Biovivos, fez um sumo verde enzimático, também conhecido como shot de erva-trigo, que diz já ter ajudado na recuperação de vários doentes oncológicos.

“Deve beber-se em jejum, bochechar antes de engolir para aumentar a absorção e não se deve beber nada na hora seguinte. Também deve ser evitado por crianças com menos de cinco anos e grávidas. A reação das pessoas tem sido brutal, dá-lhes tanta energia que só querem sair de casa. É algo simples, barato, acessível e que pode ajudar muita gente de forma muito prática”, explicou João Henriques durante o showcooking.

Mas o que é que este shot de erva-trigo tem de tão especial para conseguir efeitos tão positivos entre os doentes oncológicos? Magda Roma explica:

“A erva-trigo é como se fosse um purificador do nosso sangue, consegue depurá-lo. Limpando o nosso sangue estamos a eliminar as toxinas que circulam nele e que se podem alojar nos nossos tecidos. Além disso, tem muitas vitaminas, minerais e proteínas, é um alimento muito interessante. A quimioterapia tem uma componente tóxica que vem da medicação muito forte que os doentes tomam e, por isso, é interessante fazer a limpeza e desintoxicação desses compostos que não convém que se alojem no nosso organismo”

O CEO da Urbangrow & Biovivos, que cultiva erva-trigo, tem a ambição de vir a “produzir nos tetos dos hospitais, para ir diretamente para o doente e até fazer com que a produção saia mais barata”.

Já Magda Roma, apesar de reconhecer o potencial desta bebida, reforça a importância de uma alimentação regular e saudável.

“As pessoas ficam muito mais alerta quando existe uma novidade e ainda acreditamos muito que o que é novo é que vem trazer a solução. Sem dúvida que vem ajudar neste processo, mas costumo dizer às pessoas que temos de olhar para trás, ver o que os nossos avós faziam a nível de alimentação, a forma como viviam e descansavam. Provavelmente, a qualidade da alimentação e a quantidade de vegetais que consumiam não tem nada a ver com a nossa nos dias de hoje”, acrescentou a especialista.

Como se faz este shot milagroso?

Para conseguir fazer um sumo verde enzimático vai precisar de erva-trigo – que pode encontrar à venda nos supermercados Brio, onde decorreu este showcooking –, maçãs verdes, água e gelo.

Quando tiver os ingredientes, coloque numa centrifugadora lenta a erva-trigo com as maçãs verdes. Depois, centrifugue lentamente. Por fim, acrescente água e gelo para refrescar.

Na galeria de imagens acima mostramos-lhe que alimentos deve consumir, segundo Magda Roma, para prevenir doenças oncológicas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Há mais portugueses com cancro e a culpa é da m…