Aqui não há princesas, mas há mulheres extraordinárias

“As antiprincesas não têm superpoderes, mas são superpoderosas e sabem que as mulheres reais é que podem mudar o mundo”. É este o lema da Coleção Antiprincesas que conta, em vários livros, a história de personalidades femininas bem reais que se destacaram nas mais diversas áreas profissionais e cuja história de vida está longe de ser um conto de fadas.

Dirigida aos mais pequenos e sem distinção entre géneros – para “meninas e meninos”, como vem referido na capa de cada livro –, a coleção abre com o número dedicado à pintora mexicana Frida Khalo. A cantora chilena Violeta Parra, a guerreira boliviana Juana Azurduy e a escritora brasileira Clarice Lispector são as outras antiprincesas dos primeiros quatro números deste conjunto de livros, da autoria dos argentinos Nadia Fink (texto) e Pitu Saá (ilustrações).


Leia também: Adeus princesa… até depois!


A Coleção Antiprincesas, que é lançada através de uma parceria entre a editora Tinta-da-China e a EGEAC, chega às livrarias a 3 de Março e cada livro terá o preço de €8,90.

No Dia Internacional da Mulher (08 de março) é feito o seu lançamento oficial, no Capitólio, em Lisboa, com a exibição de uma curta-metragem sobre Violeta Parra e uma conversa com várias convidadas, de acordo com a informação avançada pela editora.

Na fotogaleria em cima pode espreitar as capas dos diferentes números da coleção.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Presentes inesperados para o dia dos namorados