As mulheres que brilharam na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos

Na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro trabalharam 5 500 voluntários e 200 dançarinos. Até 21 de agosto, 12 500 atletas de 206 países vão competir em 28 modalidades. Milhares são mulheres. Na madrugada deste sábado foram várias as que brilharam durante a cerimónia de abertura. A modelo brasileira Gisele Bundchen foi a rainha da noite.

Aos 36 anos, a modelo continua imparável. Gisele Bundchen entrou no Maracanã vestida pelo estilista Alexandre Herchcovitch. Caminhou durante mais de um minuto ao som de Garota de Ipanema e não só deixou as bancadas em delírio como hipnotizou os milhares de espectadores com o doce balanço da fenda do seu vestido prateado.


Leia também o artigo: Kate, William e Harry incentivam atletas britânicos no Brasil


Esta foi a segunda vez que a modelo fez parte de um grande evento desportivo no Maracanã. A estreia aconteceu em 2014, durante o Mundial de Futebol.

Elza Soares com look poderoso
Poucos minutos depois de Gisele Bundchen desfilar foi a vez da icónica cantora brasileira Elza Soares, de 79 anos, brilhar no Maracanã. Com um look poderoso, que fez questão de mostrar no Instagram antes de a cerimónia começar, a brasileira cantou e encantou.

O seu último álbum, Mulher do Fim do Mundo, foi lançado no final de 2015. Em 2000, Elza Soares foi considerada pela BBC a cantora do milénio.

Transexual participa na cerimónia
Foi de bicicleta que a modelo transexual Lea T. desfilou e puxou pela comitiva brasileira no desfile da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos.

Esta foi a primeira vez que uma transexual participou na cerimónia.

Poder feminino cantado por rappers
A rapper brasileira Karol Conka cantou sobre o poder feminino na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos e consigo levou MC Sofia, uma rapper de 12 anos. O site Hollywood Life ficou tão encantado com o talento da pequena brasileira que a comparou a Drake e Eminem.

“Ela fez um incrível dueto com Karol Conka. Arrasou no palco da Olimpíada Rio 2016 e deixou a sua marca na música e na moda. Quem não reparou nos seus dreadlocks [penteado que se tornou famoso com o movimento rastafari. Consiste em fios grossos e cilíndricos de cabelo que se aparentam com cordas e pendem desde o topo da cabeça] rosas”, pode ler-se no site Hollywood Life.

Fernanda Montenegro e Judi Dench leem poema
Perto da uma da madrugada, as atrizes Fernanda Montenegro e Judi Dench recitaram o poema A Flor e a Náusea, do brasileiro Carlos Drummond de Andrade. O objetivo foi alertar para o aquecimento global e a preservação do meio ambiente.

A atriz britânica Judi Dench, que já venceu um Óscar, marcou presença na cerimónia a convite do realizador Fernando Meirelles, que quis dar um toque mais internacional à festa.

Já perto das 4:00 e do final da cerimónia, Anitta juntou-se a Caetano Veloso e Gilberto Gil para cantarem Isto aqui o que é, de Ary Barroso.

Moda cada vez mais presente
A roupa foi um pormenor importantíssimo para o brilho da cerimónia e quase todos os adereços foram da responsabilidade de uma mulher: Claudia Kopke, que já trabalhou para filmes como Tropa de Elite e Que horas ela volta?.

Em entrevista ao jornal brasileiro Folha de São Paulo, a brasileira revelou que não foi nada fácil fazer quase cinco mil peças com um orçamento tão reduzido, mas deu a volta ao problema. “Pensámos em soluções criativas e de baixo custo. Não faremos feio”, tinha prometido. E cumpriu.

Entre os uniformes dos atletas, marcas como Christian Louboutin, Giorgio Armani, Ralph Lauren, Lacoste, Adidas e H&M também marcaram presença.

A comitiva portuguesa, que apareceu de calças de ganga, blazers azuis e as cores da bandeira ao peito, com gravatas e lenços verdes e vermelhos, foi vestida pela marca nacional Salsa.

30 mulheres portuguesas vão dar tudo por uma medalha
Portugal tem 92 atletas em 16 modalidades destes Jogos Olímpicos. Entre eles, 30 são mulheres. Nunca tantas representaram as cores portuguesas nesta competição.

No atletismo vão competir Cátia Azevedo, Irina Rodrigues, Lorene Bazolo, Marta Onofre, Marta Pen, Patrícia Mamona, Sérgio Vieira, Susana Costa e Vera Barbosa. No badminton vamos poder contar com Telma Santos, nas provas equestres com Luciana Diniz, na ginástica com Filipa Martins e Ana Rente, no judo com Joana Ramos e Telma Monteiro, na natação com Tamila Holub e na vela com Sara Carmo.

Entre os 36 representantes de Estado que estiveram no Maracanã, sete foram mulheres. A representar a Bélgica esteve a rainha Matilda, pela China esteve Liu Yandong, vice-primeira-ministra do Conselho de Estado. Mary, princesa herdeira, foi representar a Dinamarca enquanto a princesa Zeinal Al Feisal esteve em representação da Jordânia. Pela Lituânia esteve a presidente Dalia Grybauskaité, pelo Reino Unido a princesa Anne e por Santa Lúcia a governadora-geral Dame Pearlette Louisy.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Rapper brasileira denuncia os abusos sobre emprega…