“As mulheres são mais fracas, mais pequenas e menos inteligentes” !?#@%%!?

View of the European Parliament during a plenary session after the vote to decide whether to lift the EU parliamentary immunity of French far-right presidential candidate Marine Le Pen after she came under investigation for tweeting pictures of Islamic State violence, in Brussels, Belgium, March 2,  2017.  REUTERS/Yves Herman - RTS11405

Janusz Korwin-Mikke disse que “as mulheres são mais fracas, mais pequenas e menos inteligentes e por isso devem ganhar menos.” O deputado polaco de extrema-direita proferiu estas palavras no Parlamento Europeu, esta quarta-feira, num debate sobre a disparidade salarial de género.

a carregar vídeo

A resposta não se fez esperar e a deputada espanhola Iratxe García Perez afirmou no plenário que ao representante da Polónia lhe faz impressão possibilidade de mulheres como ela estarem no Parlamento a defenderem os cidadãos em igualdade. E terminou com um cabal:

“Eu estou aqui para defender as mulheres europeias de homens como o senhor.”

Esta não é a primeira vez que Janusz Korwin-Mikke se envolve numa polémica de género. O deputado sem filiação política nos grupos parlamentares europeus é conhecido na Polónia por fazer discurso que atentam contra os direitos das mulheres. De acordo com o site Político, foi também investigado judicialmente no seu país de origem depois de ter feito a saudação nazi na mesma assembleia e o caso valeu-lhe a suspensão do Parlamento Europeu. Há também registos de empunhar um cartaz onde se lia “Eu não sou Charlie”, enquanto falavam deputados franceses, logo depois do atentado contra o jornal satírico Charlie Hebdo, em janeiro de 2015.

France's National Front political party head Marine Le Pen (Standing) delivers a speech as fellow Polish Member of the European Parliament Janusz Korwin-Mikke (Top left), displays the slogan "I am not Charlie, I am for death penalty" on the screen of his computer in Strasbourg, January 12, 2015, during a debate on last week's shootings by gunmen in Paris at the offices of the satirical weekly newspaper Charlie Hebdo, the killing of a police woman in Montrouge, and the hostage taking at a kosher supermarket at the Porte de Vincennes. REUTERS/Vincent Kessler (FRANCE - Tags: CRIME LAW MEDIA POLITICS) - RTR4L5CB
12 de janeiro de 2015, enquanto Marine Le Pen se dirigia ao Parlamento Europeu. (REUTERS/Vincent Kessler)

Janusz Korwin-Mikke pode ficar suspenso outra vez, já que o presidente do Parlamento Antonio Tajani abriu uma investigação ao polaco por comentários sexistas no plenário depois dos socialistas europeus terem feito o pedido formal de inquérito através do presidente do grupo parlamentar, Gianni Pittella.

 

 

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Patrícia Mamona entre os favoritos nos Europeus d…