Autarca dos EUA demite-se depois de comentário racista sobre Michelle Obama

michelle-obama

Uma autarca do Condado de Clay, uma cidade no estado norte-americano de Virgínia Ocidental, demitiu-se na terça-feira depois de reações negativas a um comentário racista sobre a primeira-dama, Michelle Obama.

O concelho municipal aceitou a demissão de Beverly Whaling numa reunião na terça-feira e prometeu encontrar rapidamente um substituto para os três anos que restam do mandato.


Leia também o artigo: Responsáveis norte-americanas chamam Michelle Obama de “macaca de saltos altos”


A demissão surge depois de outra mulher, autora da publicação racista original no Facebook, a que Whaling estava a responder, ter sido afastada do seu cargo como diretora da Companhia de Desenvolvimento do condado.

Jason Hubbard, do conselho municipal, divulgou um comunicado condenando a publicação “horrível e indecente” e em que afirma que o racismo e a intolerância não fazem parte da natureza da comunidade.

Hubbard pediu desculpa a Michelle Obama e a todos o que se possam ter sentido ofendidos, em nome da cidade.

“Vai ser refrescante ter uma primeira-dama com classe, beleza e dignidade na Casa Branca. Estou farta de ver um macaco com saltos altos”, escreveu Pamela Ramsey Taylor no Facebook, após a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos. Whaling respondeu: “Já me fizeste ganhar o dia, Pam”.

Segundo Joyce Gibson, membro do conselho municipal, após os comentários no Facebook se terem tornado notícia, o atendedor de chamadas do gabinete atingiu rapidamente a capacidade máxima, entupido com mensagens enfurecidas.

Uma campanha online a pedir a demissão de Taylor e Whaling atraiu dezenas de milhares de respostas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Hillary Clinton com mais um milhão de votos que D…