Beyoncé morreu em 2000? Há quem acredite que sim

As teorias da conspiração em torno das figuras públicas são mais do que muitas. Aos que acreditam que Michael Jackson ou Elvis Presley não morreram, mas andam por este mundo disfarçados, junta-se outros que afirmam que Beyoncé morreu em 2000, ainda como parte das Destiny’s Child, e que, desde então, são clones seus que surgem em público. Será isto que justifica, garantem, a “mudança de visual e de comportamento” da cantora ao longos dos últimos anos.

Os adeptos desta teoria justificam que a decisão de não anunciar a morte de Beyoncé, há 17 anos, veio da parte dos produtores das suas músicas, para que estas “vivam eternamente”. Os clones que tomaram o seu lugar têm uma aparência idêntica, alertam, porque foram usadas células estaminais da intérprete de ‘Lemonade’.

E se há quem aponte a viragem do século para a morte da cantora, há quem diga que a sua morte aconteceu em 2010.

A teoria da conspiração ganhou ainda mais força quando Beyoncé apresentou o seu alter ego, Sasha Fierce, em 2008, logo após o lançamento do álbum ‘I Am… Sasha Fierce’. A artista esclareceu na altura que esta personagem representa o seu lado mais sensual e confiante e que está exclusivamente reservada aos palcos. “Sasha Fierce é divertida, mais sensual, mais agressiva e o lado mais sincero e mais glamoroso de mim em palco”, disse em entrevista à MTV. À revista ‘Marie Claire’, foi mais longe e frisou que se sente “possuída” em concertos e a criação do alter ego surgiu da necessidade de “fazer coisas que normalmente não faria”.

Os adeptos desta teoria chegam a acreditar que Beyoncé – neste caso o seu clone – fingiu estar grávida. Isto para não falar daqueles que, acreditando que a Beyoncé era mesmo a Beyoncé, especularam que estaria a usar uma barriga de espuma, enquanto outra mulher teria engravidado por si. Na altura, Beyoncé gravou um vídeo sobre o assunto.

Um programa de TV australiano chegou a analisar filmagens e a dedicar três minutos à “certeza” de que a intérprete estava mesmo de esperanças. Blue Ivy, fruto do seu casamento com o rapper Jay-Z, nasceu a 7 de janeiro de 2012 no Hospital Lenox Hill em Nova Iorque.

E se há quem pense que Beyoncé é a única “clone” que anda pelos palcos do mundo está redondamente enganado. Milhares de fãs também já afirmam que Avril Lavigne morreu no início da carreira e foi substituída por uma sósia.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Miley Cyrus quer Malia Obama como futura president…