Subir

Brad Pitt reage ao pedido de divórcio de Angelina Jolie

“Estou muito triste, mas o mais importante é o bem-estar dos nossos filhos”, escreveu Brad Pitt, em reação às notícias que dão conta do fim do seu casamento com a atriz norte-americana, Angelina Jolie, de 41 anos.

No mesmo comunicado, o ator de 51 anos pede ainda “privacidade para a família”. O requerimento de divórcio foi confirmado pelo advogado da atriz, Robert Offer, que esclareceu que a decisão foi tomada em prol do “bem-estar da família”.

A estação televisiva CNN revelou entretanto uma cópia do documento entregue no tribunal de Los Angeles (Califórnia, Estados Unidos), no qual se pode ler os nomes completos dos atores, bem como a indicação do pedido de divórcio de Angelina para o “remetente” Brad Pitt.

A representar Jolie está Laura Wasser, a advogada norte-americana de 48 anos, perita em resolver processos de divórcio de celebridades.

Depois de ter trabalhado com Angelina Jolie em 2003, aquando do seu divórcio com o ator Billy Bob Thornton, Wasser terá de descobrir a fórmula para dividir o montante que o casal amealhou ao longo do relacionamento. Em causa estarão 672 milhões de euros (cerca de 600 milhões de euros), segundo a revista ‘Forbes’.

No que diz respeito à custódia dos seus seis filhos, Maddox, de 14 anos, Zahara, de 11, Shiloh, de 10, Pax, de 12, e os gémeos Vivienne e Knox, de 8, Angelina Jolie entregou junto do juiz uma procuração a autorizar as visitas de Brad Pitt. Esta tomada de posição deixa parecer que a atriz não está disposta a abdicar da custódia total das seis crianças.

Raquel Costa