Bündchen regressa aos desfiles como “garota de Ipanema”

Desfilou 128 metros ao som da conhecido tema musical de Tom Jobim, interpretado pelo seu neto, Daniel Jobim, e com projeções do arquiteto Oscar Niemeyer. Foi assim a participação de Gisele Bündchen na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que aconteceu esta sexta-feira à noite no estádio do Maracanã.

A top model brasileira, de 36 anos, não escondeu o nervosismo por desfilar naquela que, revelaria mais tarde, foi a passerelle mais longa da sua carreira. “Esta é, com certeza, a passerelle mais longa na qual desfilei em toda a minha vida e, de longe, com a maior audiência, portanto é um pouco stressante”, confessou Bündchen à revista People.

Este foi o seu primeiro desfile desde que se afastou das passerelles, em abril do ano passado. Disse, nessa altura, que se manteria como modelo em sessões fotográficas, e que voltaria a elas apenas em casos excecionais. Foi este o caso. “É um momento muito especial para o meu país e sinto-me honrada por me terem convidado para fazer parte de uma celebração tão especial”, frisou à mesma publicação.

Para o momento, Bündchen – que não escondeu o sorriso durante os quase 130 metros de desfile – elegeu um vestido metalizado do designer brasileiro Alexandre Herchcovtich, que demorou quatro meses a ficar pronto.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Reis de Espanha cumprem tradição em Palma de Mai…