Subir

Cabem quantas vidas em si?

a carregar vídeo

As quatro canções que passam no canal de televisão Fox Life têm a mesma letra. Escrito por André Henriques, letrista e músico consagrado nos Linda Martini, o texto deu origem a quatro músicas distintas, cada uma com o seu som muito particular, todas com o mesmo título ‘Mulher versão’. Ao Delas.pt, o autor contou que ele próprio construiu esta letra com uma melodia porque esse é o seu processo criativo habitual.

“Houve um briefing. Apresentaram-me esta ideia de falar das várias dimensões, das várias versões de uma mulher”

A melodia inicial foi entretanto parar a outra canção, mas André Henriques confessa que quando começou a ouvir as músicas de Cais do Sodré Funk Connection, Dama, You can´t win Charlie Brown e Samuel Úria lhe fazia uma certa impressão, “um nó” nas palavras do autor.

André Henriques (fotografia: João Viegas Guerreiro)

O sujeito poético desta letra é uma mulher, o mesmo é dizer que André se colocou no papel feminino para a escrever. Mas as questões que as quatro versões nos trazem têm mais a ver com a identidade de género do que propriamente com o papel atribuído às mulheres.

Como André Henriques, também Hélio Morais, que teve neste projeto o papel de produtor e de pivot entre a Fox e os músicos, considera que nunca se quis cristalizar uma ideia de mulher mas de a ampliar:

“A ideia após o briefing da FoxLife era criar uma imagem mais lata do que aquela que tem sido a habitual, estereotipada, do papel da mulher. Não é que esta letra abarque todas as mulheres, há muito mais mulheres, claro, mas queríamos que refletisse a evolução que a ideia de mulher tem tido.”

Hélio Morais (fotografia João Viegas Guerreiro)

 

E como é que nasceu este projeto? Pela iniciativa da Fox Life que diz querer criar conteúdo para promover conteúdo. Wellington Vieira, responsável do marketing do canal de televisão, explica que não queriam jingles publicitário mas músicas:

“Músicas portuguesas cantadas por músicos portugueses”

Como resultado desse briefing não se ouve uma só vez Fox nas canções, o que pode parecer estranho do ponto de vista a notoriedade da marca.

“Se calhar as pessoas não vão andar por aí a cantar Fox Life [risos] mas se calhar vão criar uma relação mais forte com as suas personagens preferidas, com as suas séries preferidas”

É um novo mundo que se abre à criação de conceitos publicitários, sem dúvida. Esta campanha de quatro versões de uma música e de uma mulher corresponde também a um momento em que a criatividade (de televisão e de publicidade) olha para a mulher de uma forma nova: a mulher como personagem complexa em vez de plana, profunda em vez de superficial.

Fotografias de João Viegas Guerreiro

Veja o vídeo com mais declarações dos autores e oiça excertos das músicas.

Carla Macedo