Cartas íntimas de Audrey Hepburn vão a leilão

Um noivado rompido, um casamento em segredo, dois abortos, o nascimento do primeiro filho. Os detalhes de uma dramática década da vida de Audrey Hepburn são agora revelados em dez cartas, escritas pela atriz entre 1951 e 1960 e para o seu mentor e amigo de longa data Sir Felix Aylmer. Os documentos vão agora a leilão, a 29 de junho, em Londres.

Durante esse período, Hepburn saltou do anonimato para os holofotes de Hollywood. Mas enquanto a sua carreira crescia ao ritmo meteórico, a atriz foi abalada por vários dramas pessoais. Um deles foi a rutura do seu noivado com um membro da alta sociedade inglesa, James Hanson. “Temo ter pensado que era possível combinar as nossas vidas e carreiras. Isto é tudo muito infeliz”, recordou ter dito a Hanson a atriz que, nessa altura, tinha pouco mais de 20 anos.

Algum tempo depois, Audrey conheceu e apaixonou-se por um homem mais velho, o ator Mel Ferrer, com quem contracenou no filme ‘Guerra e Paz’ (1956). Este viria a ser o seu primeiro marido. “Queremos que seja segredo para podermos casar sem a imprensa”, confidenciou ao seu mentor, semanas antes da cerimónia de 1954, que decorreu “numa pequena capela”. A artista que faria 87 anos no passado dia 4 de maio colocou um ponto final a esse casamento em 1968, subindo ao altar, no ano seguinte, com o psiquiatra italiano Andrea Dotti.

Cartas enviadas a Sir Felix Aylmer entre 1951 e 1960 | Bonhams
Cartas enviadas a Sir Felix Aylmer entre 1951 e 1960 | Bonhams

A última carta desta valiosa coleção recua ao nascimento de Sean, o seu primeiro filho, fruto da relação com Mel Ferrer. Um dos momentos mais felizes da sua vida, que remonta a 1960, mas que antecedeu dois abortos espontâneos. “O Sean é um sonho tornado realidade. É difícil acreditar que ele é mesmo nosso. Mal posso esperar para vos apresentar um ao outro”, escreveu.

Prevê-se que estas notas pessoais de Hepburn sejam arrematadas por um valor entre os 5300 e 7100 euros. Irá também a leilão na casa londrina Bonhams, no mesmo dia, um poster do icónico filme de 1961 ‘Breakfast at Tiffany’s’ (em português ‘Boneca de Luxo’), avaliado entre os 7100 e 8900 euros.

Poster de 'Breakfast at Tiffany's' também vai a leilão | Bonhams
Poster de ‘Breakfast at Tiffany’s’ também vai a leilão | Bonhams

Audrey Hepburn, estrela de outros clássicos do grande ecrã como ‘Sabrina’ (1954) ou ‘My Fair Lady’ (1964), morreu em 1993, aos 63 anos, na sequência de uma longa batalha contra um cancro no cólon.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Sara Sampaio contra os maus tratos a animais