Catherine Deneuve será a primeira atriz galardoada com Prémio Lumière

72 anos de vida, quase 60 de carreira. Números que fazem de Catherine Deneuve uma das mais conceituadas atrizes francesas e do mundo. Com uma carreira recheada de êxitos, está prestes a tornar-se na primeira mulher a receber aquela que é uma das mais desejadas estatuetas da indústria do cinema: o Prémio Lumière.

Em outubro, mês em que irá celebrar o seu 73.º aniversário (no dia 22), Deneuve será recebida no Festival de Cinema Lumière, em Lyon, França, para aceitar a homenagem. Juntar-se-á, desse modo, a nomes como Clint Eastwood, Quentin Tarantino, Pedro Almodôvar ou Martin Scorcese, que também já foram distinguidos.

“O Prémio Lumière deste ano vai para a Catherine Deneuve por aquilo que ela é, por aquilo que fez, diz, pela forma como age, canta e encanta, agora e para sempre”, frisou a organização, em comunicado.

Deneuve estreou-se no seu primeiro filme em 1957, com ‘Les Collégiennes’, mas foi em 1964, com ‘Os Guarda-Chuvas do Amor’, que disparou em direção ao estrelato. Desde então, já protagonizou mais de 120 produções – uma das mais recentes, ‘Standing Tall’, foi apresentada no Festival de Cinema de Cannes -, trabalhou com alguns dos melhores atores e realizadores do mundo, e recebeu dezenas de prémios (para além de uma nomeação aos Óscares, em 1993, pelo seu desempenho no filme ‘Indochina’).

O “rosto do cinema francês”, como é conhecida, é também um ícone da moda. Durante anos a fio, foi Yves St. Laurent quem a vestiu para o grande ecrã, fazendo dela a sua musa. Para lá das câmaras, Deneuve foi estrela de marcas como Chanel, L’Oréal Paris ou Louis Vuitton, e posou nua, duas vezes, para ‘Playboy’ (em 1963 e 1965). A sua imagem foi também utilizada para representar Marianne, símbolo da República Francesa.

Fluente em inglês, italiano e alemão, a lendária atriz é também filantropa e ativista. Já apoiou campanhas de organizações como a UNESCO ou a Amnistia Internacional, deu a voz pelos direitos das crianças e das mulheres e chegou, inclusive, a assinar o famoso Manifesto 343, admitindo já ter praticado um aborto ilegal – foi ela, aliás, uma das primeiras celebridades a fazê-lo.

Catherine Deneuve foi casada apenas uma vez, entre 1965 e 1972, com o fotógrafo David Bailey. No entanto, ao longo dos anos, somou relações duradouras com o realizador Roger Vadim, o ator Marcello Mastroianni, o produtor Hugh Johnson e o magnata Pierre Lescure. A atriz de 72 anos tem dois filhos – Christian, fruto do seu romance com Vadim, e Chiara, filha de Mastroianni – e é avó de cinco netos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Michelle Obama recebe ‘Gilmore Girls’ …