Chanel leva o berço da democracia para Paris

No dia em que se debateu o futuro de França, a Chanel escolheu como cenário, para o desfile da coleção Resort 2018, uma réplica perfeita da Grécia Antiga, o berço da democracia.

Pode ser apenas ironia do destino, mas o timing não podia ter sido mais interessante. Enquanto Le Pen e Macron prendiam o mundo aos televisores num debate que, entre outras coisas, discutia as políticas fronteiriças de França e o seu encerramento a um mundo global, a casa de moda francesa celebrava a Grécia Antiga, a civilização que deu início ao conceito de sociedade que hoje conhecemos, o país que começou a reconhecer direitos aos cidadãos e abriu a esfera do poder a quem antes não tinha qualquer poder de decisão.


Recorde as mulheres da Chanel e a chegada da marca francesa a Lisboa


Uma celebração que foi feita não só através das colunas gregas, colocadas nos cenários, pelo recurso a pedras e a vegetação que podiam ter sido importadas de Atenas, mas também pela enorme quantidade de referências desta cultura presentes nos coordenados apresentados: estampados de frisos geométricos típicos da arte grega, cordas a marcar cinturas, nós, drapeados, plissados, adornos delicados com motivos da natureza e sapatos com atilhos até ao joelho.

As cores perderam-se pelos tons terra, dourados e azuis, passando pelos brancos e pretos, que contrastaram com os sapatos azuis turquesa, salmão e amarelo.

Os tecidos ricos e trabalhados, alguns deles bordados a pedraria, contrastaram com materiais mais leves como as sedas estampadas e os chiffons. Nesta coleção, não faltaram ainda os linhos e os tradicionais tweeds da Chanel.

Ao nível dos detalhes, são de destacar os botões – sobretudo quando aplicados nas calças a meio da perna, criando rachas opcionais – as assimetrias e as franjas. Dos pormenores são ainda de louvar os acessórios com o logótipo da marca aplicado na sua maioria de forma discreta, as bandoletes e as pulseiras de braço.

O desfile aconteceu esta quarta-feira, 3 de maio, em Paris, num cenário de cortar a respiração. Esta coleção, com 85 coordenados, quis homenagear a Antiguidade Clássica, recordando-nos de que a moda é cíclica e que devemos sempre recordar o passado com os olhos postos no futuro.


Recorde o último desfile da Chanel na semana de moda de Paris.


 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Vestidos de sonho para as noivas de 2018