Como detetar falsas ofertas de emprego

Desde o início de 2013 que o desemprego em Portugal tem vindo a descer de forma consistente, mas nem tudo são boas notícias: continuamos a ser o quinto país da União Europeia com o nível mais alto de desemprego, segundo os últimos dados do Eurostat, divulgados no início deste mês. Ao todo, existem 587 mil pessoas sem trabalho no País. O desespero de não conseguir dinheiro para pagar as contas e sustentar a família leva muitos a procurarem emprego na Internet, deixando-se enganar facilmente por falsas ofertas de trabalho.

Normalmente estas falsas ofertas vêm acompanhadas de remunerações bastante superiores àquelas que circulam habitualmente no mercado, oferecendo horários muito flexíveis e solicitando o envio de dinheiro através de empresas como a Western Union ou a Money Gram.


Leia também o artigo: O emprego de sonho que ninguém quer. Nem por 240 mil euros anuais


Os anúncios de teletrabalho ou trabalho a partir de casa também se têm tornado cada vez mais frequentes nos últimos anos. São atrativos por prometerem uma boa remuneração e não exigirem que o funcionário saia de casa, permitindo-lhe fazer os seus próprios horários. No entanto, deve desconfiar sempre que lhe propuserem passar por um período de experiência, sem ser remunerado.

Para evitar ser burlado na Internet através de falsas ofertas de emprego, consulte a galeria de imagens acima onde lhe deixamos dez conselhos para que não seja enganado enquanto procura trabalho.

Denuncie este tipo de fraudes
Se não conseguiu prevenir e acabou por ser vítima de crime informático ao responder a uma falsa oferta de emprego deve, em primeiro lugar, tirar notas de todos os pormenores que possam ajudar a polícia a investigar. Depois tem de apresentar queixa às autoridades mais próximas: PSP, GNR ou Polícia Judiciária, que é a entidade responsável por investigar crimes na Internet. Mas se ainda assim não ficou satisfeita, poderá denunciar a fraude através da página da Procuradoria-Geral da República (PGR) para esse efeito ou contactar a DECO Proteste para esclarecer dúvidas.

No caso de ter sido vítima de fraude financeira, chegando a fazer operações bancárias à distância, além dos passos indicados acima deve entrar imediatamente em contacto com o seu banco. Pode ser que vá a tempo de recuperar o que lhe foi roubado.

Não se esqueça também de instalar um software antivírus no seu computador e, se utilizar um serviço homebanking, certifique-se que está a estabelecer contacto com uma instituição autorizada, evitando ao máximo responder a contactos suspeitos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Funcionárias do Facebook proibidas de usar roupas…