Subir

Crescimento da população jovem em África é uma oportunidade

A chefe da Representação Regional do Fundo das Nações Unidas de Apoio à População (FNUAP), Mónica Ferro, considerou hoje que o forte crescimento da população jovem em África é uma oportunidade que os governos devem aproveitar.

“O forte crescimento da população jovem em África tem um custo, é verdade, mas é principalmente uma oportunidade que os governos devem aproveitar, porque o retorno que terão suplanta largamento o custo de investir em escolas, saúde, formação e emprego”, disse Mónica Ferro em declarações à Lusa depois de uma reunião com a secretária-executiva da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Maria do Carmo Silveira.

“O FNUAP tem interesse em trabalhar com a CPLP em muitas áreas, como o empoderamento das mulheres, a rede assistencial dos jovens, o desenvolvimento de trabalho e estatísticas sobre a população e as questões relativas às raparigas e mulheres”, acrescentou a responsável no final da primeira reunião institucional enquanto diretora regional do FNUAP.

O Fundo, acrescentou, “tem um enorme interesse e vontade em trabalhar com a CPLP, quer pelas boas práticas que tem, quer pela imagem internacional muito respeitada, nas áreas da mortalidade infantil e saúde, entre outras, e pretende criar laços institucionais mais fortes”.

A nova diretora regional do FNUAP foi deputada pelo PSD na Assembleia da República, e ocupou o cargo de Coordenadora do Parlamento para as Questões de População e Desenvolvimento.

Nomeada por concurso para o atual cargo, foi também vice-presidente do Fórum Europeu de Parlamentares sobre População e Desenvolvimento.

Mónica Ferro é professora universitária no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa (ISCSP-UL) e desempenhou funções como secretária de Estado Adjunta e de Defesa Nacional no anterior Governo (PSD-CDS/PP).

Imagem de destaque: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

Lusa