Diretores escolares já podem contratar pessoal auxiliar em falta

Os diretores das escolas estão autorizados a contratar os 300 funcionários em falta nas escolas, segundo um despacho publicado esta quinta-feira em Diário da República que veio autorizar a contratação de assistentes operacionais.

O diploma, assinado pela Diretora-Geral da Administração Escolar, autoriza a delegação de poderes para que os diretores escolares possam contratar funcionários a termo resolutivo.

A carência de funcionários levou a que várias escolas do país tivessem decidido encerrar as suas portas alegando falta de condições e até risco de segurança para os seus alunos.

Na semana passada, o Ministério da Educação veio então autorizar a contratação de 300 novos funcionários para as escolas para dar resposta a “necessidades urgentes” que tinham sido identificadas e mapeadas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.

“O Ministério da Educação avança com o primeiro reforço de assistentes operacionais nas escolas. O processo de contratação de 300 destes trabalhadores não docentes já está desbloqueado e vai responder a uma parte substancial das questões sinalizadas pelas escolas”, adiantou o ministério em comunicado datado de 11 de outubro.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Hillary ganha terceiro debate mas com menor margem…