Estilista de Streep nega acusações de Lagerfeld

Meryl Streep

Um dos elementos da equipa de estilistas que trabalha com Meryl Streep negou que a atriz tivesse recuado na decisão de usar um vestido Chanel na cerimónia de entrega dos Óscares de amanhã por lhe ter sido feito uma oferta de uma outra casa de alta-costura. “Uma completa invenção”, disse Micaela Erlanger, da Business Of Fashion.

Karl Lagerfeld, designer e chefe criativo da Chanel, acusou a atriz norte-americana de ser “forreta” e afirmou ter recebido uma chamada a cancelar a encomenda de um vestido que levaria para a gala da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood deste domingo no Teatro Dolby. “[Disseram-me] Não continue o vestido, encontramos alguém que nos vai pagar”, contou o alemão.

REUTERS/Benoit Tessier
O estilista alemão Karl Lagerfeld

“Em momento algum tivemos conversações sobre compensações monetárias. Qualquer declaração contrária é uma completa invenção”, respondeu agora Erlanger. “É contra os princípios de Meryl Streep ser paga para usar um vestido de gala na passadeira vermelha”, acrescentou.

A estilista da atriz admitiu, no entanto, que a intérprete de ‘Florence — Uma Diva Fora de Tom’ não irá usar Chanel e que a casa francesa “sabia da existência de conversações com várias marcas”. “Embora [o esboço do vestido apresentado por Lagerfeld] fosse de um vestido requintado da sua atual coleção, decidimos ir numa direção diferente, com outro designer“, esclareceu Micaela Erlanger.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Obama está de volta mais sorridente do que nunca…