Estudo revela em que idade somos mais felizes

Amigas felicidade

Todas nós já ouvimos frases como: “Vais ver quando chegares à minha idade”, ou pessoas que nos dizem que os 30 são os novos 20, que aos 40 é que aprendemos realmente a desfrutar a vida e que os 50 são uma oportunidade de nos reinventarmos. Qualquer uma destas expressões é usada com nostalgia, como se o tempo que passou fosse sempre melhor do que o presente. Agora a ciência resolveu intervir para verificar se tanta sabedoria popular tem ou não alguma veracidade.

Link_Kate

Um estudo da London School of Economics concluiu que os seres humanos atingem os picos da felicidade aos 23 e 69 anos, avança o site Enfemenino. Para chegarem a esta conclusão, os cientistas perguntaram a mais de 23 pessoas, entre os 17 e os 85 anos, o quão felizes esperavam ser dentro de cinco anos. Passado esse período de tempo, voltaram a questioná-las sobre o seu grau de felicidade, para ver se correspondia às expectativas.

Os mais jovens, por exemplo, esperavam ter futuros brilhantes, apesar de considerarem que a idade iria diminuir o seu bem-estar. Já quem tinha idades mais avançadas previa que a felicidade fosse diminuir com o passar do tempo. No final foi possível ver que os mais jovens sobrevalorizaram a sua felicidade futura enquanto os mais velhos tiveram previsões bem mais negativas do que aquelas que se verificaram na realidade.

Apesar destas conclusões, os autores do estudo sublinham que a felicidade individual de cada pessoa não pode ser medida, pois depende de vários fatores que não podem ser avaliados pela ciência.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

8 snacks para comer durante a tarde que ajudam a p…