Subir

EUA negam visto a estudantes afegãs que queriam participar em competição de robótica

Seis estudantes afegãs que esperavam poder participar numa competição internacional de robótica nos Estados Unidos este mês terão de assistir ao evento pela Internet, depois de verem os seus pedidos de visto recusados por duas vezes.

As raparigas queriam mostrar ao mundo que as afegãs também podem construir um robot, mas das 162 equipas que participam, a afegã foi a única a não ter visto.

Sumaya Farooqi, de 14 anos, disse que quando foram rejeitadas pela primeira vez, depois de terem percorrido 800 quilómetros até à embaixada norte-americana em Cabul, “voltaram a candidatar-se ao visto norte-americano” e foram novamente rejeitadas.

O Departamento de Estado norte-americano não quis comentar sobre o motivo da recusa.

LUSA