Subir

Fato verde de Isabel II faz disparar vendas de roupa néon

Visual escolhido por Isabel II no dia 12 de junho

Nove décadas de vida e, ainda assim, a Rainha Isabel II é um exemplo a seguir no que toca à escolha de indumentária. Quando a monarca surgiu com um fato verde nas comemorações do seu 90.º aniversário, há cerca de duas semanas, com uma criação de
Stewart Parvin, milhares de internautas compararam o seu visual ao famoso ecrã verde da indústria cinematográfica – foram até publicadas montagens com diferentes padrões.

Mas o impacto verificou-se muito para além das redes sociais. Segundo vários empresários ouvidos pelo ‘The Telegraph’, as vendas de peças de roupa feminina néon dispararam nos últimos dias. A marca JD Williams, por exemplo, conta que, na última semana, as suas peças de cor verde venderam mais sete vezes do que o habitual. Verificou-se ainda que outras cores vibrantes já usadas por Isabel II – como o rosa ou laranja – também despertaram, subitamente, o interesse das mulheres britânicas.

De acordo com um estudo da ‘Vogue’, publicado em 2012, as roupas de Isabel II são “29% azuis, 13% rosa e 11% verdes”. “A Rainha é um grande exemplo de moda sem limite de idade. Os néones estão habitualmente associados a pessoas com 20 e poucos anos, mas ela já domina essa tendência”, frisa Suzi Burns, porta-voz da marca JD Williams.

Poucas horas depois de a monarca surgir com o visual em questão (no dia 12 de junho), a rede social Twitter já era dominada pela hashtag #neonat90 (“néon aos 90”). Surgiram também várias montagens com o padrão do seu fato alterado – foram usadas beringelas, pepperoni, gatos, flores e até a capa de um álbum dos Sex Pistols.

Carolina Morais / Fotografia: Reuters