Férias da Páscoa no Oceanário: aprender é tão bom!

Brincar às profissões envolvidas num aquário gigante é o mote para estas férias: os miúdos fazem de biólogos, veterinários, mergulhadores, educadores marinhos e até de advogados do mar por um dia. Divertem-se muito e aprendem imenso.

“Agora vamos começar a visita”, vem dizer uma das meninas, reproduzindo as instruções recebidas da equipa do Oceanário, constituída por uma bióloga e uma animadora sócio-cultural, que acompanha o grupo de crianças entre os oito e os 12 anos. Já está a assumir o papel de educadora marinha.

Os miúdos foram chegando a partir das 8h30, tiveram “formação” sobre a atividade do dia e agora vão mostrar o que aprenderam, partilhar preciosa informação que tem sempre por base a conservação dos ecossistemas marinhos. Em cada área explicam aos colegas que fazem de “visitantes” as características das espécies que estão a observar, respondem às dúvidas que surgem: no aquário central, por exemplo, falam sobre as sete espécies de tubarões que aí habitam. Com eles trazem mochilas com estrelas-do-mar, ovos de pinguim e outros objetos para fazer um “jogo”: uma das crianças, de olhos vendados, terá de adivinhar de que se trata, seguindo o exemplo da animadora, a primeira a ser “testada”. Depois prosseguem para o espaço seguinte e outro jovem educador marinho apresenta ao grupo o habitat e respetivos moradores.

É incrível, chegaram há um par de horas e já sabem imenso. Reina a boa disposição e todos cumprem as regras estabelecidas. Em casa até podem ser traquinas mas aqui comportam-se lindamente e absorvem tudo o que se lhes diz.Oceanário de Lisboa_Férias Debaixo de Água_Pedro A. Pina (5)

As crianças mais crescidas acabam por se destacar, tal como as que já estão no segundo ou terceiro dia da atividade – o programa estende-se por cinco dias, cada um dedicado a uma profissão –, sentem-se mais “em casa” e já adquiriram mais conhecimentos mas todos são incentivados a participar pelas educadoras, carinhosas e muito divertidas. Os miúdos estão mesmo bem entregues.

A manhã acaba por passar a correr. Depois vão almoçar numa cantina só para o grupo, à tarde dedicam-se à culinária, fazendo bolinhos em forma de animais do mar. As atividades prolongam-se até às 18h30, com teatro de sombras e a simulação de uma visita guiada onde devem detetar informações erradas. Consolidados os conhecimentos, o dia altamente pedagógico chega ao fim. Várias crianças regressarão na manhã seguinte, com o mesmo entusiasmo e vontade de aprender. Serão advogados do mar, responsáveis pela criação de uma campanha para proteção do mundo marinho.

O programa Férias Debaixo de Água decorre até ao dia 1 de abril, exceto fins de semana e feriados, e também está disponível para crianças mais pequenas, a partir dos quatro anos. Custa €40 por um dia, €150 por quatro ou €180 por cinco, valores que incluem entrada nas exposições, atividades, materiais, almoço, lanche, seguro e uma lembrança. É necessário reservar antecipadamente no site do Oceanário.

Uma dica: marque um dia para visitar o Oceanário com a família toda. Não é justo que apenas os mais novos desfrutem da maravilha que é o Oceanário, o melhor aquário do mundo em 2015 segundo o Traveler’s Choice do portal TripAdvisor. E, aí, as crianças que participaram nas atividades das férias já saberão explicar-lhe porque é que as lontras Maré e Micas gostam tanto de cubos de gelo…

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Conheça os vários métodos de contraceção