Foi há 19 anos o funeral mais mediático de sempre

No dia 31 de agosto de 1998 o mundo tremeu com a notícia da morte de Princesa Diana. O acidente fatal aconteceu em Paris, numa tentativa desesperadas de fugir aos fotógrafos. A princesa não faleceu no local, mas os ferimentos do embate automóvel revelaram-se fatais.

Como toda a vida da Princesa de Gales também o seu funeral foi controverso. A rainha Isabel II estava fora de Londres na altura em que tudo aconteceu e não foi decidido de imediato como seria o funeral de Diana, já que a mesma já não fazia parte da família real e como tal, não deveria ter uma cerimónia com honras de estado. Mas não foi o que aconteceu, devido à popularidade da Princesa, que apesar de todos os conflitos com a casa real continuava a ser vista pelos ingleses como um membro da família real.

O funeral aconteceu cerca de uma semana depois da morte da ex-mulher do Príncipe Carlos e foi um dos, se não o maior funeral a que o mundo já assistiu. O trajeto do cortejo fúnebre baseou-se no plano feito para o funeral da Rainha Mãe e juntou milhares de pessoas a rua. A cerimónia ficou marcada pela presença de celebridades do cinema, da moda e da música, tendo tido um dos momentos mais marcantes na homenagem feita por Elton John ao cantar “Candle in the wind”, escrita para a ocasião.

Tony Blair eternizou Diana como a “Princesa do Povo”, num dos discursos mais marcantes da sua carreira política, e é assim que é lembrada desde então.

Reveja na nossa galeria algumas dos momentos da vida da Princesa que nunca será esquecida.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Escola: Este 1º. ano vai ser uma estreia para tod…