Gala dos SAG Awards consagra atores negros

Enquanto os Óscares estão rodeados de polémica por só terem nomeado atores brancos, excluindo a diversidade da sua lista, os prémios entregues pelo Sindicato dos Atores de Hollywood, os Screen Ators Guild (SAG) Awards, reconheceram na madrugada de sábado o talento de quatro atores negros: Idris Elba, Queen Latifah, Viola Davis e Uzo Aduba.

Os prémios das minisséries e telefilmes ficaram, aliás, nas mãos deles com Queen Latifah como melhor atriz em ‘Bessie’ e Idris Elba com o prémio de melhor ator em ‘Luther’. Elba foi ainda consagrado uma segunda vez com ‘Beasts of No Nation’.

Viola Davis, no seu papel na série ‘Como Defender um Assassino’, conquistou a estatueta de melhor atriz dramática. Kevin Spacey venceu o prémio de melhor ator em série dramática com ‘House of Cards’.

A atriz nigeriana-americana Uzo Aduba arrecadou a vitória de melhor atriz de comédia como papel em ‘Orange is The New Black’.

Leonardo di Caprio voltou ontem a brilhar ao acumular a estatueta pelo filme ‘O Regresso’, que já tinha sido galardoado nos Globos de Ouro. O mesmo sucedeu com Brie Larson, que foi reconhecida com o seu ‘O Quarto de Jack’.

Ainda na noite em que Hollywood voltou a estar debaixo dos holofotes, os outros vencedores da cerimónia foram o filme ‘Spotlight’ e as séries ‘Downton Abbey’ e ‘Orange is The New Black”. Por fim, destaque ainda para Alicia Vikander que recolheu o prémio de melhor atriz secundária com ‘A Rapariga Dinamarquesa’ na noite da 22ª entrega dos SAG Awards, em Los Angeles.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Há mais de 2100 mulheres a levar a bola a sério…