‘Hacker’ que roubou fotos de famosas nuas foi condenado

delas

O pirata informático que invadiu as contas de e-mail e de iCloud de mais de 100 mulheres, muitas delas celebridades, o que levou à divulgação de fotografias e vídeos de atrizes nuas como Jennifer Lawrence, Kirsten Dunst e Kate Upton, foi condenado a 18 meses de prisão.

O homem em questão é Ryan Collins, tem 36 anos, vive em Lancaster, nos EUA, e declarou-se culpado, confessando ter acedido a, pelo menos, 50 contas de iCloud e 72 de Gmail entre novembro de 2012 e setembro de 2014, criando aquele que ficou conhecido como o caso mediático The Fappening.

Na sessão do seu julgamento, num tribunal na Pensilvânia, ficou-se a saber que o pirata informático enviou e-mails falsos que aparentavam ser da Apple ou do Google, nos quais encorajou as vítimas a revelarem os seus dados eletrónicos, como passwords, sem se aperceberem disso. Foi com essa informação que conseguiu, depois, encontrar as fotos e vídeos em questão.

O departamento de justiça da Pensilvânia frisa que está provado o crime de pirataria informática de Ryan Collins, mas adianta que não existem provas de que tenha sido o mesmo a divulgar na Internet os vídeos e fotografias destas famosas nuas, o que poderá explicar a pena atribuída.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Conheça os vencedores dos primeiros Prémios Blog…