Irina Shayk sobre o soutien de nome Irina

internet_intimissimi_01_362

Irina Shayk é a cara da nova campanha da Intimissimi, mas agora é muito mais do que isso. É a inspiração e a homenageada numa peça de lingerie que a marca italiana lançou e a que orgulhosamente chamou Irina. O soutien tem um triplo efeito, segundo a marca: suporta, envolve e realça, e é destinado as mulheres que querem mais volume no busto. O Delas.pt espreitou os bastidores da campanha e aproveitou para fazer umas perguntas rápidas à supermodelo internacional.

A Irina foi sempre considerada ‘A Musa’ da Intimissi. O que é que hoje a prende à marca?

Tenho uma longa relação com a marca e adoro a equipa. São todos grandes profissionais e pessoas admiráveis! Creio que quando se trabalha por tantos anos juntos desenvolve-se uma relação especial. É como se fossemos uma família.

Diga-me um artigo de lingerie obrigatório.

O soutien perfeito!

Agora há um soutien com o seu nome. Está contente com esta homenagem?

Foi uma enorme surpresa! Este soutien é simplesmente maravilhoso!

É considerada uma das mulheres mais sensuais do mundo. O que é que a sensualidade significa para si? E o que é que significa beleza?

Acho que a beleza verdadeira é a que temos dentro de nós. Acredito que todas as mulheres são bonitas, cada uma à sua maneira.intimissimi-irina-bra

Diga-me três palavras que a descrevam bem.

Casmurra, honesta e acho que devia perguntar aos meus amigos a terceira…

Dê-nos uma dica para tirar a selfie perfeita. Está muito presente no Instagram.

A coisa mais importante para tirar a selfie perfeita é conhecer a nossa cara – qual é o melhor lado – e ter uma ótima luz! A luz pode fazer maravilhas!

Qual é o seu lema de vida?

Nunca desistir.

Qual é o seu truque de beleza?

Dormir.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Da Síria à Alemanha em cadeira de rodas