Subir

Jennifer Aniston quebra silêncio sobre rumores de gravidez: “estou farta”

gravidez

“Para que fique claro, não estou grávida. O que estou é farta. Farta deste escrutínio recreativo e da humilhação física disfarçadas de jornalismo”. Numa longa carta aberta, publicada no jornal digital ‘Huffington Post‘, Jennifer Aniston coloca os pontos nos ‘i’ relativamente às rumores sobre uma hipotética gravidez. Foi o mais recente boato, uma fotografia captada nas Bahamas e publicada na revista ‘In Touch’, onde Aniston surge com a barriga mais saliente, que fez com que a atriz quebrasse o silêncio.

“Todos os dias, o meu marido e eu somos assediados por dezenas de fotógrafos agressivos, estacionados à porta de nossa casa, que vão até às últimas consequências para conseguir qualquer tipo de foto, mesmo que isso signifique colocar-nos em perigo ou a quem calhe ter o azar de passar por ali”, escreve Aniston, referindo-se ao assédio constante dos papparazzi. Recorde-se que a atriz de 47 anos está casada com o realizador Justin Theroux (44 anos) desde agosto do ano passado.

Aniston

Jennifer Aniston com o marido, Justin Theroux

“Cansei-me de fazer parte desta narrativa. Sim, um dia poderei ser mãe e, já que estamos a por tudo a limpo, se alguma vez isso acontecer, serei a primeira a contar-vos. Mas não procuro ser mãe porque me sinto, de alguma forma, incompleta, como a nossa cultura de notícias de celebridades nos faz crer. Ofende-me que me façam sentir menor porque o meu corpo está a mudar e/ou comi um hambúrguer ao almoço e fui fotografada de um ângulo esquisito e, por isso, estou condenada a uma de duas coisas: “grávida” ou “gorda”. Já para não referir o constrangimento doloroso que acontece quando se recebe os parabéns de amigos, colegas de trabalho e estranhos por uma gravidez fictícia (muitas vezes uma dúzia de vezes num só dia)”, relata a atriz.

Aniston reflete ainda sobre a “objetificação e o escrutínio absurdos e perturbadores” a que as mulheres são submetidas e urge a uma mudança de perspetiva. “A forma como sou retratada pelos media é simplesmente um reflexo da maneira como vemos e retratamos as mulheres em geral, comparadas com um qualquer padrão distorcido de beleza”.

A revista “Vanity Fair” fez as contas sobre as vezes que, ao longo das últimas duas décadas, Jennifer Aniston esteve grávida. “Segundo as estimativas dos tablóides, Aniston esteve grávida 3234 vezes nos últimos 20 anos”. Esta contabilização acontecia depois do mais recente rumor, no passado mês de junho.

É difícil estabelecer uma causa concreta para a obsessão mediática em torno de uma gravidez de Jennifer Aniston. Existe, no entanto, um padrão constante, que aumentou desde que a atriz e Brad Pitt terminaram o seu casamento, em 2005. O ator trocou Aniston por Angelina Jolie que, na altura, já tinha filhos adotados. Aniston ficava sozinha e Brad Pitt ganhava uma família. Pelo menos, foi esta a narrativa que perdurou ao longo de anos, até a atriz ter começado a namorar com Justin Theroux.

Os rumores de um hipotético bebé, esses, foram uma constante.

Raquel Costa // Fotografias: Reuters