Jessica Simpson publicou uma foto da filha em biquíni. O que temos nós a ver com isso?

A cantora norte-americana Jessica Simpson partilhou no Instagram três fotografias da filha, Maxwell, de 5 anos, de biquíni, óculos de sol e capacete enquanto posava para a câmara fotográfica em cima de uma trotinete. As imagens foram publicadas há praticamente uma semana mas continuam a ser fortemente criticadas na Internet. Só a caixa de comentários das fotos na rede social já soma mais de 1400 mensagens.

Link_Skyr

Os internautas acusam a cantora de publicar imagens “inadequadas” e de estar a sexualizar a menor (pode ver as fotos na galeria de imagens acima e tirar as suas próprias conclusões). Mas o que têm de sexual as cómicas poses da criança? Para os comentadores mais “incendiários”, tudo.

“Nunca ouviste falar do perigo de pedofilia? Que tipo de mãe és?”, “Não é um biquíni nem a pose adequada para uma menina de 5 anos” e “A razão pela qual as pessoas não estão a gostar disto deve-se ao facto de ela estar com a boca em formato de bico de pato, algo que não é adequado para a idade dela, e está também com uma pose sensual e inapropriada. Não deixava a minha filha posar assim, mesmo que ela tivesse 16 anos”, são alguns dos comentários deixados nas fotografias partilhadas por Jessica Simpson no Instagram.

Apesar de todas estas acusações há também quem tenha defendido a norte-americana, argumentando que as fotografias nada têm de mal e que quem nelas vê maldade é que acaba por sexualizar Maxwell.

“Tais críticas são desnecessárias e imaturas. As redes sociais são demais para vocês” e “Oh meu Deus, não há nada mais bonito do que uma menina doce num pequeno biquíni. Não há nada de inadequado aqui, o mundo é que se tornou inadequado. Lembro-me de a minha mãe me vestir biquínis quando era criança, na década de 70. Não percebo todas as mães que estão envergonhadas”, escreveram os internautas que defendem Jessica Simpson.

Se em vez de imagens de uma menina de 5 anos em biquíni tivessem sido partilhadas fotografias de um menino apenas com cuecas de natação, provavelmente a cantora não teria sido alvo de tantas críticas. Um facto que alguns dos seguidores da norte-americana fizeram questão de sublinhar.

“Todos sabemos que se esta foto fosse de um rapaz em vez de ser de uma menina vocês não diriam nada. Parem com a sexualização das mulheres, não é agradável, especialmente numa criança tão nova”, ressalva um dos internautas.

Outras crianças maltratadas nas redes sociais

Maxwell não é a primeira criança, filha de uma figura pública, a estar no centro de uma polémica nas redes sociais. Blue Ivy, de 5 anos, filha da cantora Beyoncé e do rapper Jay-Z, foi vítima de racismo na Internet, em agosto do ano passado, depois de aparecer ao lado da mãe na passadeira vermelha da gala dos MTV Video Music Awards.

Além de afirmarem que a menina não é parecida com a mãe, vários internautas chegaram a compará-la a um macaco e a sugerir que fizesse cirurgias plásticas ao rosto. Na altura, a ativista brasileira Stephanie Ribeiro utilizou as redes sociais para defender a criança.

“A Beyoncé é negra de pele mais clara, com traços tidos e lidos como próximos de brancos, ou seja, ela é muitas vezes associada à imagem de uma negra bonita pois entende-se que está próxima do padrão estético imposto pela branquitude. Em contrapartida, o Jay-Z tem como traços estéticos o que se entendeu, por muito tempo, por estética negróide, que por sinal é tratada como inferior e feia. (…) No fundo estão a ser racistas, sim. Além disso estão a ser muito cruéis ao ofender uma criança publicamente”, escreveu Stephanie Ribeiro na sua página de Facebook.

Casos nacionais

Os dois casos referidos anteriormente passaram-se lá fora, mas cá em Portugal também são cada vez mais frequentes. No final do mês passado o cabeleireiro Eduardo Beauté foi alvo de duras críticas pelo vestido que escolheu para a filha, Lurdes, de 5 anos, levar à gala dos Globos de Ouro. O ator e humorista Guilherme Leite chegou a partilhar uma fotografia do cabeleireiro ao lado da menina na passadeira, escrevendo na legenda que o caso devia ficar “ao cuidado da Comissão de Proteção de Menores”. Indignado, Eduardo Beauté respondeu às críticas através da sua página de Facebook.

“Boa noite Guilherme Leite. Quer encontrar-se comigo e discutir este post que publicou em relação à minha pessoa e à minha filha? (…) Tenho a certeza de que tenho muito para lhe ensinar. Mas ao mesmo tempo sei que seria uma perda de tempo, a ver pelo seu aspeto de burgesso e de inútil para a sociedade. Posso só adiantar-lhe, se é que não sabe: tenho três filhos do coração e são os três muito felizes, coisa que você não parece ser, porque uma pessoa feliz e de bem com a vida não vem para o Facebook tentar denegrir a imagem de quem está seguro e orgulhoso da vida que construiu”, escreveu Eduardo Beauté.

A sobrinha da apresentadora Carolina Patrocínio, Pureza, de 3 anos, passou por uma situação semelhante à da filha de Beyoncé em janeiro deste ano. Gonçalo Uva, o marido da apresentadora, partilhou no Instagram uma imagem em que aparecia com a sobrinha e a filha mais velha, Diana. Uma seguidora foi lá deixar um comentário onde afirmava que a criança é feia. “Essa Pureza é tão feia que dá pena. A Diana é linda”, escreveu a mulher na altura.

As irmãs de Carolina Patrocínio revoltaram-se e responderam-lhe. “Bloqueia essa atrasada mental por favor”, pediu Mariana Patrocínio, mãe de Pureza, a Gonçalo Uva. Mais tarde foi a vez de Inês Patrocínio ir lá também deixar uma mensagem.

“Pela tua foto de perfil pareces ter muita moral para falar. Tenho a certeza de que há um lugarzinho especial no céu para quem insulte assim uma criança. Este Instagram devia ter filtro para escumalha”, acrescentou.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Princesa Diana: “No dia seguinte ao casament…