Joana Carneiro deu à luz trigémeos

405402_10151174570166154_588920135_n-1

“Temos o prazer de anunciar que a nossa diretora musical Joana Carneiro deu à luz trigémeos”, escreveu a Orquestra Sinfónica de Berkeley no Twitter.

A também maestrina titular da Orquestra Sinfónica Portuguesa está em casa, em Lisboa, a recuperar do parto. Desde o início do ano que estava em repouso, por indicação médica.

Joana Carneiro deverá regressar ao trabalho em maio. De acordo com o site do Teatro Nacional de São Carlos, as récitas das óperas “Tristão e Isolda” de Richard Wagner, em março, e “Os Palhaços” de Ruggero Leoncavallo, em abril, serão dirigidas respetivamente pelos britânicos Graeme Jenkins e Martin André, este último o único que dirigiu todas as companhias de ópera da Grã-Bretanha. “Peter Grimes”, de Benjamin Britten, que estará em cena no final de maio, já contará com a direção musical da maestrina.

Os bebés são frutos da relação da filha do antigo Ministro da Educação Roberto Carneiro com o médico-cirurgião José de Assunção Gonçalves, casados desde setembro de 2011 depois de um ano de namoro.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Morreu Manuela de Azevedo, a jornalista mais antig…