José Mata, o vilão de “Amor Maior”, faz revelações sobre a perda do pai

Alta definição

“Tinha 12 anos mas deixou marcas. Há coisas que deixam marcas mas que te fazem crescer”. De forma serena, José Mata, 30 anos, recordou no programa ‘Alta Definição’ deste sábado como, ainda adolescente, lidou com a morte do pai, que perdeu a batalha contra o cancro no pulmão.

O vilão “Lobo” da novela da SIC ‘Amor Maior’ estava em casa quando a mãe recebeu a notícia. “Foi um telefonema que a minha mãe recebeu, antes de eu ir para a escola. Lembro-me que fui à escola, nesse dia, e lembro-me de dizer a um colega meu ‘ligaram à minha mãe a dizer isto mas não é verdade'”, recorda José Mata.

https://www.facebook.com/oficial.danieloliveira/videos/1176609265758645/

Apesar da tenra idade, o ator explicou a Daniel Oliveira que a perda do pai não foi “inesperada”. “O meu pai faleceu com cancro no pulmão e lembro-me dele, já careca, a fazer quimioterapia”, disse, acrescentando também: “Eu adorava que ele soubesse e sentisse quem é que eu sou, em que é que me tornei. Mas acho que ele sabe. Não sei como, mas sabe”.

Aos 30 anos, José Mata é um dos mais promissores atores da sua geração. Em março, recebeu o prémio de Melhor Ator de Cinema, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores, pelo seu desempenho na longa-metragem “Amor Impossível”, de António-Pedro Vasconcelos. Em abril, voltou a ser reconhecido pelo mesmo papel, nos prémios Sophia e, em maio, recebeu o Globo de Ouro na categoria Melhor Ator de Cinema.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Há mais uma filha de Hollywood rendida às ‘…