Jovem mostra dupla mastectomia preventiva no Instagram

Há dois anos, quando Paige More descobriu que tinha uma predisposição genética para o cancro da mama, estava longe de imaginar que transformaria todo esse processo doloroso numa conta de Instagram. Estava também longe de imaginar que iria ser inspiracional para outras mulheres e que acabaria a pisar a tão almejada passerelle da Semana da Moda de Nova Iorque.

Hoje, aos 24 anos, Paige, que é produtora no programa de televisão Good Morning America, diz que as suas cicatrizes são até mais sensuais que o seu peito e partilha-as nas redes sociais.

A decisão de se submeter à dupla mastectomia não foi pacífica, mas Paige More conta que preferiu fazer a cirurgia a viver com ansiedade e receio de um dia se ver confrontada com um diagnóstico de cancro de mama. Até porque – conta a produtora – não faltam casos de vítimas da família, desde uma tia materna a uma avó paterna que morreram devido ao cancro.

“Eu queria tomar o pulso à situação e matar a possibilidade de vir a ter cancro antes que a doença me matasse a mim”, afirmou More à Elle, justificando porque tomou a decisão de se submeter à cirurgia no outono do ano passado.

Portanto, preferiu – com a ajuda do namorado e da família – tornar-se numa “previvor”, uma “pré-vivente”, em tradução literal (substituindo a palavra sobrevivente). Aliás, foi o companheiro que a incitou a transformar esta etapa da vida numa página de Instagram – que conta com mais de 3500 seguidores – quando, em véspera de ano novo, lhe pediu uma fotografia para publicar, demonstrando o orgulho que tinha nela.

Ela diz-se ter sentido fortalecida com esta proposta e começou por criar uma página de Facebook para ir contando todos os passos do processo.

Em pouco mais de um mês, Paige seria convidada para desfilar lingerie para a marca AnaOno, na Semana da Moda de Nova Iorque. Na apresentação intitulada Exposed, a produtora teve ao seu lado muitas outras mulheres orgulhosas das suas cicatrizes e que também se auto-intitulam de “previvors”.


Descubra o que a ciência anda a investigar em matéria de cancro de mama e lingerie

Recorde os testemunhos de Anastacia e Angelina Jolie


Todas aceitaram o desafio proposto por Dana Donofree, a estilista que já venceu um cancro e colocou o seu talento ao serviço da sensualidade das mulheres que têm sido vítimas da doença. O desfile foi patrocinado pela organização sem fins lucrativos #Cancerland and Ana Ono Intimates.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Azeite virgem melhora o “colesterol bom”