Laura Wasser, a chave secreta dos divórcios entre celebridades

laura-wasser-3

Há meses que a especulação pairava sobre o casamento dos atores Brad Pitt e Angelina Jolie, até que esta quarta-feira se deu a confirmação. A notícia está a ser avançada pela imprensa internacional e já foi confirmada pelo advogado da atriz, Robert Offer. Segundo o site TMZ, os documentos entregues no tribunal, esta segunda feira, sublinham que o pedido de divórcio foi desencadeado por “diferenças irreconciliáveis”.

É o início de um processo legal de separação que se adivinha longo, mas eficaz, não fosse ele conduzido pela advogada das celebridades Laura Wasser. Ela é a representante de Angelina Jolie, de 41 anos, no processo de divórcio com Brad Pitt, de 52 anos, depois de ter assegurado o primeiro divórcio da atriz, com o ator Billy Bob Thornton.

Cast member Brad Pitt and Angelina Jolie arrive on the red carpet for the screening of the film "Inglourious Basterds" by director Quentin Tarantino at the 62nd Cannes Film Festival May 20, 2009. Twenty films compete for the prestigious Palme d'Or which will be awarded on May 24. REUTERS/Martin Bureau/Pool (FRANCE ENTERTAINMENT) - RTXK6HN
Ao fim de doze anos de relacionamento e quatro de casamento, chegou ao fim a história de amor entre Angelina Jolie e Brad Pitt. Fotografia: Martin Bureau (Reuters)

Pragmática e pouco apologista de polémicas melodramáticas. Assim pode caracterizar a advogada de 48 anos, perita em concretizar legalmente separações entre casais de Hollywood. A sua carteira de clientes inclui nomes como os cantores Stevie Wonder, Britney Spears, Christina Aguilera, os atores Johnny Depp, Ashton Kurtcher e Jessica Simpson, ou ainda três irmãs do clã Kardashian.

O segredo de Laura Wasser está em entender o divórcio como “um negócio de transação”, esclareceu em entrevista ao site E! Online, em outubro de 2013. “[Digo aos clientes] vamos fazer isto de forma a manter a vossa sanidade mental e conta bancária intactas.”

A estratégia serve os interesses do cliente e da própria Laura Wasser, que cobra 850 dólares por hora (cerca de 750 euros), exige à cabeça um contrato garantia de 25 mil dólares (cerca de 24 mil euros) e raramente representa clientes cuja conta bancária não reúna valores superiores a 10 milhões de dólares, segundo a ‘Bloomberg’.

Amber Heard e Johnny Depp
O divórcio de Amber Heard e Johnny Depp foi um dos mais recentes processos de Laura Wasser. Fotografia: Reuters

Angelina Jolie e Brad Pitt não apresentam problemas na conta bancária, no entanto Laura Wasser será obrigada a recorrer à calculadora para acertar quanto é que cada um deve levar para casa, no fim do processo de divórcio.

Segundo números avançados pela revista ‘Forbes’, Pitt e Jolie arrecadaram 555 milhões de dólares (cerca de 496 milhões de euros), desde que oficializaram a relação, em 2004. O casamento chegou dez anos depois e, desde então, o casal ganhou 117 milhões de dólares (cerca de 104 milhões de euros), sendo que mais de metade desse valor foi conseguido por Pitt, que arrecadou 76 milhões de dólares (57 milhões de euros).

Além da questão financeira, Wasser ainda terá de lidar com a custódia dos seis filhos do casal: Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, Vivienne e Knox. A imprensa internacional avança, para já, que Angelina Jolie entregou junto do juiz uma procuração a conceder autorização a Brad Pitt para visitar os filhos. A entrega do documento significada que a atriz pretende ficar com a custódia dos seis filhos.

Jogo do rato e do gato

O pragmatismo é uma das marcas de distinção de Laura Wasser e quanto menos poeira mediática se levantar em torno dos processos que conduz, melhor.

“Não há motivo para transformar o processo de divórcio numa numa espécie de melodrama, especialmente se fores uma figura famosa”, disse, em entrevista ao E! Online.

Pelo que diz aos clientes: “Tenho mais alguém [que também se vai divorciar], mas não posso dizer quem. Acho que deviam esperar para anunciarem [a separação] ao mesmo tempo”, revela. O objetivo? Dividir as atenções dos media.

O timing é determinante e o motivo é sempre o mesmo: apanhar os meios de comunicação social desprevenidos. Neste sentido, a advogada opta por tornar públicos os divórcios dos seus clientes às sextas-feiras à tarde. Ou após um período de férias, altura em que “podem parar de fingir que estão felizes”. É também por isso que é comum haver anúncios de divórcios depois de ter sido realizada a cerimónia dos Óscares, já que aparecer sozinho na passadeira vermelha pode ser uma verdadeira dor de cabeça.

A estratégia da norte-americana é por vezes comprometida depois de dar entrada com o processo de divórcio dos seus clientes nos tribunais, com fugas de informação que vão parar aos tabloides. Daí que Wasser prefira jogar com a antecipação, aconselhando as celebridades que contratam os seus serviços a esperar pela altura certa, antes mesmo de avançarem judicialmente. “Acontece tudo de forma muito rápida”, justifica. “Costumo dizer aos meus clientes: os papéis estão prontos. Dentro de uma hora vai estar no TMZ”.

Apesar de o seu trabalho se centrar em divórcios, a advogada frisa que não é “anti-amor”. “Conheço vários casais que têm uma maravilhosa e longa vida conjugal”, destacou ainda ao Bloomberg.

Ainda assim, Wasser, que é divorciada, não pretende voltar a casar-se. “Não gosto da ideia de voltar a assinar um contrato com alguém”, justificou.

Laura Wasser é uma das sócias da firma de advogados Wasser, Cooperman & Cooperman, sediada em Los Angeles e constituída em 1976 pelo seu pai, Dannis Wasser. O sucesso da sua carreira fê-la lançar um livro guia, em 2013, titulado: “Não tem de ser dessa forma: como ultrapassar um divórcio sem destruir a sua carreira e a conta bancária”.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Angelina Jolie e Brad Pitt separados. Atriz já fo…