A cruzada de Leah Remini contra a igreja da Cientologia

Leah Remini

A atriz norte-americana Leah Remini volta a apontar baterias contra a Igreja da Cientologia. A organização, cujos membros mais mediáticos incluem nomes como Tom Cruise ou John Travolta, é acusada na nova série documental da atriz de práticas como conduta abusiva, fraude, agressões e abuso sexual.

Em ‘Leah Remini: Scientology and the Aftermath’, a estrela de séries como ‘O Rei do Bairro’ ou ‘Ossos do Ofício’ admite que demorou a tomar a decisão de abandonar a organização. “Durante toda a vida fui uma cientologista muito dedicada. Não queria chegar à conclusão de que o que fiz era uma mentira”. No entanto, a sua família deixou a igreja há três anos. “Algo dentro de mim dizia-me ‘Tira-os daqui, tira-os desta coisa.’”.

No documentário, se estreia nos Estados Unidos a 29 de novembro, no canal A&E, Leah entrevistou antigos membros da Cientologia sobre as suas experiências com a igreja e incentiva todos aqueles que ainda fazem parte da organização a lutar “pelas famílias, pelos filhos”, pondo cobro “aos abusos, aos abortos”. “Acordem!”, atira numa das declarações feitas para a série.

A saída dramática de Remini, e familiares, do culto da Cientologia aconteceu depois de 30 anos a participar intensamente na vida da igreja. Em 2015 lançou o livro ‘Troublemaker: Surviving Hollywood and Scientology’, onde fez as primeiras revelações sobre as práticas que alegadamente terá vivenciado no seio da organização religiosa. Aos testemunhos pessoais já presentes na obra, vem agora acrescentar testemunhos de outros antigos crentes, que acusam de comportamentos criminosos os principais membros desta religião.

Os representantes norte-americanos da Cientologia desmentiram ao site E! News estas alegações e acusam Leah Remini de estar “desesperada por atenção, com uma carreira de atriz que parou há dez anos” e de procurar “publicidade ao espalhar mentiras maliciosas sobre a Igreja” com a ajuda de “uma mão cheia de fanáticos amargos que foram expulsos há vários anos por desonestidade e corrupção crónicas”.

Para ser amiga de Tom Cruise, doou 1 milhão de dólares

De acordo com o que Remini revelou na época do lançamento do livro, precisou doar um milhão de dólares (cerca de 900 mil euros) à igreja para poder pertencer ao círculo de amigos de Tom Cruise, conhecido internamente como ‘Pai Supremo’. No entanto, não hesita em descrever o ator, de quem foi muito próxima, como alguém que age de forma semelhante a “uma criança a quem nunca disseram que não”.

A atriz contou ainda que, para ser convidada para o casamento de Katie Holmes com o protagonista de ‘Top Gun’, teve de convencer os amigos Jennifer Lopez e Marc Anthony a marcarem presença na cerimónia, mesmo não sendo íntimos dos noivos. De acordo com Leah, esta terá sido uma forma de a igreja mostrar, através de fotografias do casal de cantores ou mesmo dos Beckham, que também foram convidados, que as celebridades “estavam associadas ao casamento e, por conseguinte, também à Cientologia”.

Há um ano, quando Leah Remini fez as primeiras revelações, foi relatado pela ‘US Weekly’ que Tom Cruise terá tido acessos de raiva como consequência da publicação e que agora considera a artista uma “pessoa supressiva”, designação dada pela Igreja a indivíduos indesejáveis.

A Cientologia foi criada em 1952 por Ron Hubbard, um autor de ficção científica. A religião defende que as pessoas são “imortais”, mas que “se esqueceram da sua verdadeira natureza”. No entanto, a imortalidade pode ser “resgatada através de um processo no qual os crentes enfrentam os eventos mais traumáticos da sua vida” e, por isso mesmo, é levado a cabo um vasto programa de educação patrocinado pela Igreja.

Este credo, que em Portugal está registado como uma religião, tem sido apontado internacionalmente como um culto abusivo, que leva a cabo lavagem cerebral e extorsão. França e Bélgica já condenaram a Cientologia por fraude e associação criminosa. Tom Cruise, John Travolta, Lisa Marie Presley e Kirstey Alley são três dos mais proeminentes membros da religião.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Presidenciais nos EUA: saiba como pode acompanhar …