1, 2, 3… Luta!

Mal soube que ia abrir este ginásio, comecei a segui-lo no Instagram e no Facebook, mas até lá pôr os pés e treinar ainda tive de esperar uns meses. O 1Fight abriu a 26 de abril e a avaliar pelo número de pessoas que lá estavam no dia em que o visitei para testar duas aulas, vai ser um sucesso.

Primeira impressão: o espaço é como uma gigante box de treino de alta intensidade, desportos de combate e artes marciais. Ainda da porta vemos todo o revestimento em negro no chão e vários sacos de boxe alinhados e prontos a usar. Uma volta rápida pelas instalações femininas mostra-nos balneários com o essencial para entrar, treinar e sair como voltou a entrar (maquilhada e de cabelo no sítio – nota positiva para os bons secadores de cabelo).

A sala principal, no primeiro andar, tem os tais sacos de boxe alinhados, passadeiras, um ringue, máquinas de treino. No piso de baixo, salas para os desportos de combate (com mais sacos, material e luvas) e mais materiais de treino de alta intensidade, como os remos e as fitas de suspensão. Em ambos os pisos as pessoas estão com um mood positivo, a treinar mais ou menos intensamente, nota-se que alguns já percebem das artes, outros estão a começar, mas todos treinam ao mesmo tempo, acompanhados de professores.


Leia também: “Os nossos treinos são adaptáveis a qualquer pessoa e qualquer condição física”


Testámos duas aulas num final de tarde de uma quinta-feira. KravMaga, a arte de defesa em situações de ataque, revelou-se muito interessante – e útil, se bem que esperemos nunca ter de usar os conhecimentos adquiridos. Simuladas as situações de ataque, foi definido como melhor reagir, como defender o corpo, qual o golpe que melhor funciona em resposta… No fundo, na surpresa de um ataque, a ideia é criar mecanismos de defesa que são aprendidos e que depois serão usados de imediato, tornando-nos vítimas menos frágeis e mais conscientes. A segunda aula em teste, exclusiva do 1Fight, chama-se CrossFight.

É uma mistura de treino de alta intensidade, kickboxing, condicionamento e abdominais, sem esquecer os alongamentos. Dois professores dão a aula e éramos até mais raparigas/mulheres do que rapazes/homens (12 para 6) – literalmente suámos as estopinhas para conseguir terminar a aula e o desafio. No final, abdominais ao som das típicas músicas de filmes e sons de terminar o round de boxe e alongamentos para promover a recuperação. A sensação de ‘dever cumprido’ é maravilhosa e os músculos dizem obrigada – amanhã se calhar dizem ui, mas hoje estão todos ‘bem-dispostos’!

Carla Natário, a diretora do clube, confirma que apesar de falarmos em desportos de combate e artes marciais as mulheres estão em grande número, num rácio que para já se situa nos 48%. Com tendência a aumentar, dizemos nós.

No final, à saída, está o bar, com opções saudáveis em frascos, que incluem saladas variadas e iogurte com fruta e granola, entre outras. Fora do saudável pasteis de nata e empadas, para quem, como eu, fez duas aulas ou simplesmente acha que pode recompensar-se!

A mensalidade dá acesso a todas as aulas e inclui a oferta do kit com saco de treino, luvas de boxe, ligaduras, t-shirt, e garrafa de água reutilizável, tudo com a marca 1Fight.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

6 truques para perder peso num mês