Merkel discute cooperação e G20 na Arábia Saudita sem lenço

Angela Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, está este domingo na Arábia Saudita para uma visita destinada a abordar as relações bilaterais e a próxima cimeira do G20, em julho, em Hamburgo, indicaram fontes alemãs. Como defende a proibição da burka na Alemanha, a líder alemã não usou o lenço que faz parte do código de vestimenta das mulheres daquele país, avança o jornal britânico The Independent.


Os artigos mais lidos:
É por esta razão que as damas de honor usam vestidos iguais
Tirar e “comer” macacos do nariz faz bem à saúde
O que escondem os brincos de Ivanka Trump


Pouco depois da chegada, Merkel foi recebida no palácio de Jeddah pelo rei Salman e pelos seus principais colaboradores, indicou a agência oficial saudita SPA.

Na presença da chanceler foram assinados seis acordos, três envolvendo o setor privado e três entre os dois governos.

Temas como o clima e a energia, que estarão na agenda da cimeira do G20, devem ser abordados nas conversações com as autoridades sauditas, segundo fonte governamental alemã citada pela AFP.


Merkel vai abordar a pena de morte e os direitos humanos


As relações entre os países do Conselho de Cooperação do Golfo – sendo a Arábia saudita um membro dominante deste – e o rival iraniano devem também ser discutidas.

“Sem subestimar a influência negativa do Irão na região, a chanceler deve defender moderação entre estes países e o Irão”, disse o mesmo responsável.

A pena de morte e a questão dos direitos humanos “serão certamente abordados pela chanceler nas negociações”, acrescentou a mesma fonte.

Merkel, acompanhada por uma delegação de grandes empresários alemães, deverá também abordar as relações económicas bilaterais, segundo um comunicado da embaixada alemã em Riade.

Na segunda-feira, Merkel visita os Emirados Árabes Unidos, onde os investimentos alemães são da ordem dos 2,4 mil milhões de euros.

Nos dois países, a chanceler alemã deverá também falar da Síria, segundo a mesma fonte, acrescentando que Berlim considera que “todos os países podem fazer mais” no que diz respeito ao acolhimento de refugiados.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Brexit: May prefere ausência de acordo a mau acor…