Mila Kunis denuncia sexismo depois de negar posar seminua

Actress Mila Kunis arrives at the 71st annual Golden Globe Awards in Beverly Hills

Numa carta dirigida a todas as mulheres que procuram uma voz de apoio e a todos os homens que objetificam as mulheres, Mila Kunis desabafou sobre algumas das experiências onde se sentiu maltratada por ser mulher.

A atriz de 33 anos decidiu escrever esta carta aberta depois de ter sido ameaçada pelo responsável de uma revista masculina, para a qual havia recusado posar seminua. “‘Nunca mais vais ter trabalho nesta cidade’, disse-me o editor. Pela primeira vez na minha carreira disse ‘não’ e sabem que mais? O mundo não acabou. E eu trabalhei naquela cidade uma e outra vez”, conta a atriz num artigo no site A Plus.

“Ao longo da minha carreira, houve momentos em que me senti insultada, posta de lado, mal paga, criativamente ignorada e menosprezada de outras formas por causa do meu género”, detalhou Mila Kunis. A atriz analisou a educação que rege a sociedade e exclamou um basta: “Somos inundados com histórias da superioridade masculina que nos cegam até ao ponto de estruturar as nossas próprias relações. Portanto, doravante, quando for confrontada com esse tipo de comentários, subtis ou evidentes, irei agir em conformidade.”

Kunis também pensou nas outras mulheres com menos possibilidades de denunciar comportamentos sexistas: “Se isto me está a acontecer, então está a acontecer de forma mais agressiva às mulheres em todo o lado. Sou afortunada por ter atingido um estatuto em que não tenho de me sujeitar a nada por medo de não ter como pôr comida na mesa. Também tenho a sorte de ter uma plataforma onde posso falar sobre estas experiências, esperando que isso traga mais vozes à discussão, para que as mulheres no seu local de trabalho se sintam menos sozinhas e tenham capacidade para elas próprias rejeitarem essas atitudes.”

A atriz revelou ainda que, quando estava a tentar vender uma série de televisão, um dos executivos ignorou os seus “esforços criativos e logísticos” para a reduzir “a uma mulher numa relação com um homem influente e a capacidade de ter filhos.” Em questão estava um troca de emails de trabalho, onde numa das mensagens se lia “A Mila é uma super estrela. Uma das maiores em Hollywood e brevemente será a mulher do Ashton Kutcher e está prestes a ser mãe”

Mila Kunis criou recentemente uma produtora de conteúdos audiovisuais, a Orchard Farm Productions, com o intuito de tornar mais visíveis alguns temas e assuntos menosprezados pela sociedade. Esta opção de negócio prendeu-se também o facto de estar “farta de jogar pelas regras do clube dos homens.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Kendall Jenner festeja 21 anos de popularidade e p…