ModaLisboa: Luís Carvalho revive a glória do disco

Coube a Luís Carvalho o dever (e a honra) de encerrar, pelo segundo ano consecutivo, mais uma edição da ModaLisboa, com um desfile que evocou os tempos áureos da disco dos finais da década de 70 e silhuetas que relembram os anos 80.

Inspirado pelo estilo da vocalista dos Blondie, Debbie Harry, o designer de 29 anos criou uma coleção pejada de brilho e cor e apresentou-a ao som do êxito Heart of Glass, interpretado por Alex Teixeira, vocalista dos D’Alva e amigo e Luís Carvalho, que já anteriormente tinha sido convidado para tocar ao vivo num outro desfile do criador de Vizela.

Malhas com acabamento de vinil, sarjas de algodão e sedas foram os materiais eleitos para dar forma aos blazers, tops, saias, calças e vestidos que surgiram na passerelle montada na sala do Pátio da Galé, transformada em discoteca gigante com direito a uma bola de espelhos no teto.

Aos primeiros coordenados em azul seguiram-se propostas – tanto para homem como para mulher – em tons de coral, vermelho, laranja, cinza, rosa, preto e verde, sempre intercaladas com conjuntos dourados e prateados.

A 47ª edição do maior evento de moda da capital terminou com brilho, esplendor e festa. O regresso da ModaLisboa está marcado para março do próximo ano.

Fotografias: Rui Vasco/ModaLisboa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

ModaLisboa: o verão de Kolovrat é negro