ModaLisboa: Valentim Quaresma, experimentação sem freio

Liberdade e ruptura foram os conceitos que serviram de inspiração da nova coleção primavera/verão de Valentim Quaresma, apresentada ao final da tarde de sábado no Pátio da Galé.

Tiras de couro e correntes de metal dourado tornadas parte, até esqueleto, da estrutura de peças de tecido a como casacos ou coletes e medalhas suspensas marcaram o início do desfile, que também mostrou o uso de materiais como o acrílico, denim, neoprene e microfibra.

Menos duros e mais moldados às curvas, os acessórios seguintes incluíram colares, cintos, pulseiras e aplicações que muitas vezes apareciam no lugar das peças de roupa, cobrindo determinada parte do corpo quase por inteiro ou se ‘colando-se’ sobre os vestidos – brancos e pretos – como aplicações e apontamentos de cor. Peças curvilíneas, irregulares, que serpenteavam os corpos como um magma dominado pelos tons dourados, prateado e azuis.

O desfile terminou com acessórios de maior dimensão, armados e recortados, como uma peça única a cobrir o cabelo e um ombro e outra a zona do colo: adornos feitos de borboletas recortadas douradas, prateadas e pretas que deram um toque romântico à coleção.

Fotos: Rui Vascco/ModaLisboa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

ModaLisboa: Saymyname ou a arte de brincar com a g…