Modelo grávida de 6 meses criticada por fazer abdominais

A modelo norte-americana Sarah Stage começou a dar que falar há dois anos, quando estava grávida do primeiro filho, James. Primeiro porque, apesar do avançado estado da gravidez, a barriga pouco se notava. Depois, por fazer exercício físico intenso, que envolvia trabalhar a zona abdominal.

Atualmente, Sarah está novamente grávida, mas os abdominais definidos que ainda tem aos seis meses de gestação fazem com que várias pessoas voltem a duvidar da legitimidade da gravidez. Os vídeos que publica no Instagram a trabalhar a zona abdominal nesta fase têm-lhe valido duras críticas, não só de internautas mas também de especialistas em desporto.

links_beyonce“É maluca”, “Vejam esta grávida de seis meses a fazer abdominais como uma louca” e “Pode inspirar mulheres que não estão grávidas com este vídeo, mas para as grávidas pode ser bastante prejudicial. Estou a ver e a pensar na quantidade de mães que agora estão a tomar proteínas ou simplesmente a morrer de fome para manter a forma durante a gravidez”, são algumas das críticas que se podem ler no Instagram de Sarah Stage (veja fotografias da modelo grávida na galeria de imagens acima).

O Colégio Americano de Ginecologistas e Obstetras (ACOG, na sigla em inglês) recomenda que as grávidas façam entre 20 a 30 minutos de exercício físico diário, de intensidade moderada.

No entanto, a entidade sublinha que devem evitar fazer abdominais após o primeiro trimestre de gravidez, independentemente do tamanho da barriga. Com o avançar do período de gestação, o útero aumenta e a posição que as mulheres assumem quando estão a fazer abdominais pressiona a artéria que fornece sangue oxigenado aos órgãos e tecidos do bebé.

“Há exercícios para grávidas muito melhores que os abdominais. Os níveis de condição física durante a gravidez variam de mulher para mulher, por isso é muito importante consultarem um médico primeiro e não se limitarem a seguir as diretrizes de uma entusiasta de fitness que não é profissional nem certificada”, explica a personal trainer Hannah Davis ao site Delish.

Vídeo de Sarah Stage que está a causar polémica:

https://www.instagram.com/p/BV2F-OQHLFX/

Apesar de todas as críticas, também há muitas mulheres que elogiam o exemplo dado pela norte-americana: “Sarah, és uma mãe inspiradora. Gostava de já estar grávida, saudável e em boa forma como tu” e “Adoro isto. Estou grávida de 4 meses do meu terceiro bebé e desta vez resolvi continuar a fazer exercício físico enquanto me sinto confortável. O meu médico aconselhou-me. Há muitos estigmas em torno da gravidez.”

Lembra-se das críticas a Carolina Patrocínio?

Em Portugal, houve um caso semelhante ao de Sarah Stage. Também a apresentadora Carolina Patrocínio praticou desporto de forma intensa em fases avançadas da gravidez, tanto quando estava grávida de Diana, de 3 anos, como de Frederica, de 1 ano. Sempre que a apresentadora publicava fotografias ou vídeos a praticar exercício físico choviam críticas.

“Tive uma filha saudável que responde a essas críticas. A Diana nasceu com um peso ótimo, é uma miúda saudável e ativa. Depois, eu dificilmente poderia vir a ter um distúrbio alimentar com a atividade física que pratico. Essas críticas vêm de pessoas profundamente desinformadas e a minha resposta é ir dando exemplos diários de que a minha vida continua ativa e que a saúde está em primeiro lugar”, afirmou Carolina Patrocínio, pouco depois de ter revelado que estava grávida da segunda filha, numa entrevista ao site Sapo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Olhos que não vêem podem passar a ver